Fãs de Whiskey Cavalier, trago más notícias: a ABC cancelou a série, com apenas uma temporada. Quem confirmou o cancelamento foi o produtor executivo da série, Bill Lawrence.

Para começar, a ABC até tentou colocar um pouco de hype na série que contava com um elenco de peso, com nomes como Scott Folley, Lauren Cohan e Frankie Trowbridge, e o plot dos agentes do FBI e da CIA com perfis diferentes sendo obrigados a trabalhar juntos até poderia dar certo, pois entregava uma proposta um pouco mais leve do que o tradicional para um procedural.

A estreia teve uma boa visibilidade, com um preview que foi exibido depois do Oscar em fevereiro. Mas a demo da série só caiu desde então: em 9 de maio, a média de 0.57 na audiência qualificava deixava a série na anti-penúltima posição entre os dramas da ABC, ficando na frente apenas de The Fix e For the People.

Whiskey Cavalier também contava no seu elenco com Tyler James Williams, Ana Ortiz e Josh Hopkins. Contou com astros convidados como Bellamy Young e Marika Dominiczyk, casados na vida real, além de Christa Miller. Ou seja, além da baixa audiência, era um elenco bem caro para que a ABC não alcançasse o retorno comercial esperado.

 

 

Muito cara para ficar no ar sem dar retorno comercial para a ABC

 

Lamento pelos fãs? Sim. Poucas vezes eu torci para ver uma série ser cancelada (de fato, só me lembro mesmo de Community, mas nesse caso era puro ódio pessoal), e quem perde mesmo é o grupo de pessoas que decidiram comprar a ideia da série desde o primeiro episódio.

Mas em um momento onde a audiência está diluindo cada vez mais, e a TV tradicional é obrigada a competir diretamente com o streaming (com várias plataformas que não param de surgir), para uma série se manter no ar hoje, é preciso que a mesma no mínimo se pague. E com um elenco com tantos nomes já consolidados fica difícil ter um retorno comercial sustentável.