Fãs da Marvel, da saga Vingadores e especialmente aquelas pessoas que estão muito preocupadas se o filme vai funcionar (eu, inclusive), trago boas notícias para todos nós.

Bem sabemos que o teaser de 30 segundos de Vingadores: Ultimato foi mais emocionante que o Super Bowl inteiro (incluindo o péssimo Show do Intervalo com Maroon 5). E que até mesmo um teaser curto pode fazer as expectativas dos fãs subirem até onde Carol Danvers deve estar nesse momento: no espaço.

A Marvel Studios e os irmãos Russo contam com a ingrata missão de superar Vingadores: Guerra Infinita. Porém, parece que tal missão está mais próxima de ser concretizada com sucesso.

Joe Russo comentou recentemente com o pessoal do Collider que Vingadores: Ultimato já passou pelas suas primeiras exibições de testes, e a reação do público selecionado foi bem positiva, mesmo com um filme longo como esse.

“Ainda estamos sobre a marca das três horas, mas creio que o estúdio está convencido que essa é a melhor história (a ser contada). Acreditamos que o filme está funcionando bem, e tivemos excelentes respostas de nossa audiência de testes.”

Ou seja, Kevin Feige e os demais diretores da Marvel estão satisfeitos, a Marvel como um todo se mostra confiante, e as projeções do filme foram um sucesso até agora. Logo, tudo parece indicar que Vingadores: Ultimato terá um desfecho digno, com grandes chances de agradar a maioria dos fãs.

Eu eu falo aqui a maioria porque tenho consciência que gosto é subjetivo, e sempre vai ter alguém que não vai gostar do que vai ver no cinema.

Além disso, é quase certo dizer que esse filme contará com as tais três horas de duração. Mesmo porque o diretor afirma que o longa conta com uma história realmente complicada, além de momentos emocionalmente fortes para cada um dos personagens.

E esse seria o principal argumento para o filme contar com três horas de duração. E só falta a Marvel Studios e a Disney aprovarem o corte atual do filme, e ele está pronto para chegar aos cinemas.

Vingadores: Ultimato estreia no Brasil em 25 de abril de 2019.

 

Via Collider

Comentários

Comentários

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui