Os investidores estão preocupados. Os fãs estão preocupados. Até os donos das redes de cinema estão preocupados. Teremos mais Vingadores depois de 2019?

Particularmente, não entendo tantos motivos para preocupação. Nem a Disney está preocupada com isso, por enquanto. Mesmo porque eles tem uma coisa que nós não temos (e é por isso que as pessoas se preocupam demais): um plano.

Bob Iger, CEO do Mickey, disse para investidores que, se por um lado, não há planos revelados, não quer dizer que não exista um plano. E o plano é: se dá dinheiro para nós, por que vamos encerrar?

Na prática, teremos mais filmes com a marca Vingadores sim. O formato de universo compartilhado funcionou muito bem com a Marvel, e a síntese ou objetivo final dessa proposta são os filmes onde esses personagens se encontram para interagir e enfrentar as ameaças juntos.

A Marvel não criou uma divisão inteira e gastou dez anos de nossas vidas para acabar com o que eles mesmos chamam de ‘grande evento’ porque apenas uma era chegou ao fim.

Mesmo sem ser um grande conhecedor do mundo dos quadrinhos (pelo contrário: a maioria dos personagens eu só tomei conhecimento que existiam mesmo nos últimos cinco anos…), é possível imaginar o caminho óbvio para o futuro: substituição dos personagens principais.

Os veteranos devem sim sair, mas talvez não desaparecer. Um Tony Stark nunca vai morrer, pois a Marvel/Disney querem ter a carta do Robert Downey Jr. na manga quando precisam.

Porém, os novos astros que eles criaram são tão bons e tão fortes, que a própria Marvel, que tem pleno controle da situação, pode basicamente projetar o herói que quiser para o mainstream, equilibrando a relação custo-benefício para manter a Marvel Cinematic Universe lucrativa e relevante.

A prova disso é que Chris Pratt, Chadwick Boseman, Tom Holland e até mesmo o Dave Baustista (quem diria) se tornaram astros facilmente identificáveis por esses personagens, com carisma e personalidade.

E aposto que o mesmo vai acontecer com Brie Larson que, com apenas 28 anos, será a protagonista de Capitã Marvel.

Astros jovens, com personagens carismáticos, para perdurarem por muito tempo na MCU. São eles que integrarão o novo time dos Vingadores.

Ou seja, vai ter mais. Vai ter muito Vingadores pela frente.

Podem ficar tranquilos quanto a isso.