511GLEE_Ep511Sc29_827

Pela primeira vez na sua história, Glee (Fox) será uma série de midseason. A temporada final da dramédia musical de Ryan Murphy não está na grade principal do canal, e só deve estrear no começo de 2015, muito provavelmente fazendo parceria com American Idol.

Kevin Reilly, CEO da Fox, confirmou que a encomenda original para a 6ª temporada de Glee é para 22 episódios, mas essa encomenda pode ser menor. O executivo confirmou que a Fox vai se reunir com Murphy para discutir a questão, mas despista o ar de crise, afirmando que “sendo uma série de midseason, não há a pressão de entrega de episódios”, podendo planejar tudo com antecedência.

Glee passa por um momento de crise. Não bastando a morte de Cory Monteith, a quinta temporada foi reduzida em 2 episódios (de 22 para 20), e na época de sua renovação para as temporadas 5 e 6, o acordo foi fechado para 44 episódios no total. E o corte agora pode ser maior. Sem falar que a série registrou as suas médias de temporada mais baixas em todos os tempos.

Além disso, a tendência é que a temporada seja exibida sem interrupções. Reilly por diversas vezes na coletiva de hoje (12) com os jornalistas, afirmou que a contagem padrão atual de 22 episódios por temporada não é mais uma regra em uma época onde temos menos e menos reprises. Expressou o desafio para adicionar novas produções na grade para preencher a grade – usando o exemplo de Sleepy Hollow, que volta para uma segunda temporada de 18 episódios, enquanto que Gotham, que é novata, contará com 16 episódios, sendo que antes eram 13.

A “sorte” de Glee (se é que podemos falar dessa forma) é que a 6ª temporada é a última. Se não fosse isso, provavelmente seria cancelada na atual temporada.

Via