Triste fim para a Dona Maura Pfefferman.

Muita gente amava a Dona Maura, mesmo sabendo que ela era ele na biologia. Mas na essência, era ela. Sensível, passional, delicada, emocional. Uma mulher como a maioria das mulheres são. Mesmo com suas origens masculinas. Hoje, em um mundo que começa a enxergar mais as pessoas e não o gênero ao qual elas pertencem, a Dona Maura pode ser considerada um dos marcos da televisão atual.

Transparent teve a coragem de mostrar da forma mais humanizada possível, o processo e as consequências da transformação um homem que decidiu assumir e viver a sua essência feminina na íntegra. Foi transgressora na proposta do ser humano em ser transparente nas suas verdades e realidades internas, assumindo os efeitos dessas escolhas e os impactos emocionais na sua personagem principal e naqueles que os rodeiam.

Pois é… era uma baita série… mas… triste fim para Dona Maura.

É uma pena que seu intérprete, o ator Jeffrey Tambor, tenha agido de forma babaca com seus coleguinhas de elenco. Temos aqui mais um caso de comportamento abusivo em local de trabalho, e Hollywood não está tolerando esse tipo de comportamento. E nem tem que tolar isso. Entendo que, antes de qualquer interesse, está o respeito ao ser humano, em qualquer esfera.

Por outro lado, o que aconteceu com Tambor, ao que tudo indica, parece ser um caso isolado e específico ao ambiente de trabalho de Transparent, que ele mesmo afirmou que ficou ‘tóxico’ depois das denúncias feitas contra ele. É claro que isso soa como desculpa vinda de um cara que não consegue consertar a bobagem que fez, uma vez que pedir desculpas e se comprometer a mudar é bem mais difícil.

Mas não houve aqui uma ‘caça às bruxas’ como ocorreu nos casos de Kevin Spacey e Louis C.K. Algo que evidencia isso é o fato da Netflix confirmar a presença de Tambor na quinta temporada de Arrested Development. Talvez a decisão também foi tomada pelo fato da produção estar concluída, e por não ter mais como remover o ator do projeto. Ou porque tudo o que ele aprontou em Transparent ficou em Transparent mesmo.

De qualquer forma, é mais uma série que chega ao fim de forma prematura, por conta de atitudes babacas do ator que interpreta o protagonista da história. Transparent fará falta sim. Deixa lições valiosas para a TV e para quem assistiu essa história.

E é um triste fim para a Dona Maura. Logo ela, tão humana e sensível.