A Disney quer mesmo fazer com que todos saiam dos cinemas com depressão profunda com o final de Toy Story 4.

Apesar de todos entenderem que o novo filme é desnecessário (ainda mais com o memorável final de Toy Story 3), a Disney não entende assim, e recrutou todo mundo para um quarto filme (onde muitos estão preocupados que a nova história pode arruinar tudo o que a trilogia atual construiu).

Porém, estamos falando da Pixar, e não podemos nos esquecer do que eles são capazes. E Tom Hanks vem a público para lembrar todo mundo disso.

O intérprete de Woody garante que Toy Story 4 tem “um final histórico”, e seu discurso se encaixa com a reação do seu colega de elenco, Tim Allen (Buzz Lightyear).

Em entrevista para o BBC Sounds, Hanks falou sobre a experiência de gravar os seus diálogos para o final da Toy Story 4, reforçando que foi tão intenso, que ele não queria olhar para as pessoas com quem estava trabalhando:

“Quando você grava Toy Story, você fica em uma sala com o time que criou a história. Quando fui para o meu último dia de gravação, eu queria das as costas para eles, porque normalmente você está de frente para poder olhar para a tela e emitir a fala. Mas eu não queria olhar para eles, e queria ficar em um lugar onde eles não poderiam me ver. Quando me dei conta de tudo isso, eu pensei ‘este é um momento histórico.'”

Hanks completa a fala de Allen (que disse que não segurou as lágrimas com o final do filme), e menciona Vingadores: Guerra Infinita na sua dissertação:

“Tenho que controlar as minhas emoções porque não quero revelar nada, mas é uma história incrivelmente grandiosa. É tão emocionante, tão divertida e tão grande a ideia que eles tiveram… O 3 foi incrível, com grandes personagens. Mas duas cenas sobre o final do novo filme são realmente difíceis de superar.”

Ou seja, preparem os lenços, as sessões de terapia e vá ao cinema com alguém para os dois chorarem juntos e abraçados.

Toy Story 4 tem direção do estreante Josh Cooley e estreia nos EUA em 21 de junho de 2019.

 

 

 

Via BBC Sounds