Muitos afirmam que The Walking Dead (AMC) está perdendo o engajamento dos fãs. O último episódio exibido teve uma audiência que foi registrada antes na segunda temporada da série.

Mas o AMC não está preocupado com isso. Josh Sapan, um dos diretores executivos do canal, afirmou que The Walking Dead é uma franquia saudável, que pode durar por décadas.

Sapan já havia comparado a série de zumbis com Star Trek, e confia no potencial de The Walking Dead e Fear the Walking Dead (que terão o seu primeiro crossover em 2018), mas indica que a franquia se expande com games, merchandising e realidade virtual, sem depender exclusivamente do sucesso da TV para obter receitas.

The Walking Dead sobrevive, mesmo com uma falência criativa muito em partes explicada pelos problemas na produção. A série estreou em 2010 com Frank Darabont como showrunner. Ele foi despedido durante a produção da segunda temporada (e reclama US$ 280 milhões do AMC na justiça). Nesse momento, o principal responsável criativo da série é Scott M. Gimple.

 

Via Deadline