Isso que dá oferecer esse poder todo para as crianças, mesmo nos anos 70. The Kids Are Alright é uma comédia familiar da ABC que tenta não ser apenas mais uma série familiar da ABC, algo que é meio difícil em um canal especializado em séries familiares.

Nesse post, vamos tentar entender por que essa série pode ser renovada ou cancelada, a partir de diferentes pontos de vista e com argumentos dos mais diversos. Ou não.

 

 

A SÉRIE: The Kids Are Alright (1a Temporada, ABC)

 

Por que salvar?

Porque as crianças estão bem mais do que certas. A família é formidável, a matriarca é divertida e a perspectiva das crianças católicas irlandesas é maravilhosamente capturada que lembra a captura de câmeras Polaroid, com uma fotografia meio amarelada.

A série faz um trabalho fantástico de mostrar todos os sete garotos com individualidade, e não como algo a mais dentro de um coletivo. E o melhor de tudo: mesmo se passando no passado, esses personagens abrigam em si a fé no futuro, onde entendem que podem liderar “um mundo em transformação, e mais propenso a aceitação”.

 

 

Por que cancelar?

Pode ser mais fácil cortar o coração dos fãs do que cortar a série da grade de programação da ABC. Por mais que muitos queiram ver o que vai acontecer com esses personagens, se o canal cancelar, o sofrimento será menor.

A série estava em uma sólida quarta posição na audiência total, e na sexta posição entre as 11 comédias da ABC. Mas isso, recebendo audiência de The Conners (a série mais assistida do canal). Com o lead-in de American Housewife, The Kids Are Alright perdeu 30% de seus números, despencando para a sétima posição no ranking do canal.

Vamos ver se a ABC vai ser complacente e manter a série no ar. Será que os executivos do canal vão colocar a mão no coração e na consciência e manter a série no ar para salvar o coração dos fãs?