Vamos tentar discutir a relação. Veja bem, eu disse TENTAR (já que ultimamente as pessoas só gritam).

Eu prestei atenção com os comentários na internet, e senti um grande desânimo das pessoas depois do primeiro trailer do filme X-Men: Fênix Negra. Hype zero. Empolgação zero. Críticas antecipadas. Ou uma manhã normal de uma quinta-feira qualquer.

A vida nos ensina a não julgar por antecipação. E Esquadrão Suicida ensinou que não podemos (jamais, de forma alguma) nos empolgar com os trailers que Hollywood oferece. São duas lições que evitam a decepção e o estresse, e acho que são práticas válidas para as nossas vidas, em vários aspectos (não apenas no cinema).

Mas… vamos tentar olhar para o outro lado da moeda, e tentar colocar um pouco de esperança no coração dos fãs da franquia de mutantes da Marvel.

Para começar, pense que este é o filme que marca a despedida de Jennifer Lawrence da franquia X-Men (isso é, se a Marvel no reboot não decidir ressuscitar a personagem e a atriz junto). Logo, é de se esperar que X-Men: Fênix Negra ao menos vai dar um desfecho digno para uma personagem que marcou um ponto de mudança profunda nesse atual núcleo de personagens.

Eu sei. Eu entendo você. O gosto amargo de X-Men: Apocalipse ainda existe em seus lábios, e o histórico da Fox de filmes ruins ainda tem o seu cheiro quando pensamos no reboot de Quarteto Fantástico.

Porém, se olharmos para trás, podemos dizer que X-Men: Dias de um Futuro Esquecido e X-Men: Primeira Classe não são filmes tão ruins assim (especialmente quando comparamos com Apocalipse).

E a Fox parece ter entendido o que os fãs querem em filmes como Deadpool, Logan e Deadpool 2. Tudo bem, eu listei três filmes com classificação para maiores de 18 anos, e X-Men: Fênix Negra não vai entrar nessa regra.

Mesmo assim, quero imaginar que ao menos lições positivas dessas experiências serão extraídas.

Por fim, mas não menos importante: esse (muito provavelmente) será o último filme da franquia X-Men da Fox. E (muito provavelmente) esse universo será todo migrado para a Marvel em um futuro não muito distante.

O que não nos faz pensar que a Fox vai querer fechar bem essa franquia, até mesmo para deixar um legado positivo nesse ato final?

De novo: eu entendo vocês.

Eu também não procuro ser otimista demais com X-Men: Fênix Negra. Mas também não deixo o desânimo me abater. Vamos esperar até 2019 para conferir o que está reservado para nós.

Procure um pouco de otimismo na sua existência. Ou desencana, e compra desde já a ideia que esse filme será uma grande bomba.

A escolha é sempre sua.