Survivor-jeff-probst

Quando a CBS decidiu colocar na última temporada de Survivor (Caramoan – Fans vs. Favorites) os 10 competidores considerados “all-stars” das primeiras 15 temporadas do programa, eles não colocaram aqueles que eram favoritos do público quando o programa era um grande fenômeno de audiência. A explicação para isso acontecer, segundo o apresentador e produtor executivo Jeff Probst, foi pelo desejo deles de mostrar ao público as novas estrelas que o programa criou, no lugar de só viver de ex-competidores clássicos e muito populares.

Porém, para a próxima temporada do programa (Survivor: Blood vs. Water), que estreia no dia 18 de setembro, a história é completamente diferente. Metade dos 10 competidores que retornam para a vida na tribo pertencem às primeiras 13 temporadas do programa, incluindo Gervase Peterson, da primeira temporada, e Tina Wesson, vencedora da segunda temporada (The Australian Outback), a maior audiência do reality até hoje.

Segundo Probst, se dependesse exclusivamente dele, veríamos mais dos participantes considerados “old school” voltando ao programa, e menos dos novos astros do reality. “Se eu tivesse o poder de escolha e fosse o único a decidir os rumos de Survivor – algo que eu não sou – eu teria um monte de gente das temporadas anteriores”, afirmou o apresentador durante as gravações da próxima temporada. “Há um monte de gente que eu gostaria que participasse de novo do programa, mas é de consenso geral no canal que precisamos de jogadores novos, e segundo os executivos da CBS e Les Moonves (presidente do canal), são eles que entregam a audiência desejada pelo canal”.

Mesmo assim, Probst não descartaria a possibilidade de trazer de volta vários candidatos para uma segunda chance no programa.

Via EW.com