Um diretor acusa diretamente os irmãos Duffer de se aproveitar de uma ideia que ele apresentou para o que hoje é conhecida como a série Stranger Things.

Um juizado de Los Angeles (EUA) recebeu uma acusação formal do diretor Charlie Kessler, de uma ideia comentada por ele em 2014 durante o Festival de Cinema de Tribeca, durante uma festa.

Tudo aponta para Mountauk (2012), que narra fenômenos paranormais, de onde os irmãos Duffer teriam extraído as ideias principais da série. Kessler teria comentado com eles a ideia de fazer um filme chamado The Montauk Project, baseado em um livro da década de 1990.

A temática de Montauk mostrava a história de uma criança desaparecida, uma base militar que realizava experiências com crianças, e um monstro de outra dimensão que parece um brinquedo.

Tanto Mountauk, como Stranger Things apareceram depois de um livro chamado The Moutauk Project: Experiments in Time (1992), do mesmo modo que explora a ideia dos experimentos secretos do governo.

Kessler gaante que a ideia apresenta aos Duffer foi dentro das práticas da indústria do entretenimento, o que não dava o direito nem da divulgação ou do uso da mesma para projetos próprios. Não ao menos sem oferecer uma retribuição ou compensação financeira.

Os pedidos de indenização se somam a outra exigência de Kessler: destruir todos os materiais de Stranger Things que estão baseados em seus conceitos de Montauk.

 

Via Deadline