Há um capítulo obscuro no último ano de vida de Stan Lee. Ele recebeu várias acusações por agressão sexual e assédio por parte das enfermeiras que cuidavam dele em sua casa em Hollywood.

A denúncia foi publicada pela imprensa internacional no começo de 2018, e os assédios teriam acontecido por repetidas vezes em uma rede de jovens enfermeiras. Várias fontes mencionaram que Lee teria pedido sexo oral na ducha, caminhava desnudo na frente das mulheres, e teria pedido para “se sentir satisfeito” no seu quarto.

“Stan era um ancião que aparentemente teria perdido o rumo. Houve um fluxo de jovens enfermeiras que foram até a sua casa em Hollywood e ele estava as assediando sexualmente. (…) Ele também era muito hábil a tocar os seios de algumas das mulheres. Era um comportamento inaceitável.”

Na época, a defesa de Lee negou categoricamente as acusações para as mesmas fontes por serem “falsas e depreciativas”. Mencionaram também que tudo poderia ter sido parte de uma “chantagem”.

Porém, o assunto não ficou em simples acusações, e uma mulher chamada María Carballo denunciou Lee em abril de 2018, mencionando que ele começou a tocar em suas partes íntimas quando ela fazia masssagens nele.

Vamos ver como esse caso continua.

 

Via Daily Mail UK