Você pediu, e nós fizemos (mas não peça qualquer coisa, porque não somos qualquer um). Nesta edição, voltamos a falar das séries da TV a Cabo dos Estados Unidos, falando das temporadas que já se encerraram, de algumas notícias que foram comentadas nas últimas semanas, e revendo algumas datas de séries que estão por vir. Além disso, Eduardo Moreira, Vana Medeiros, André Zuil e Leandro Hubo discutem os vencedores do TCA Awards 2010. Ou, pelo menos, o “tapa na cara” que Vana Medeiros levou dos críticos, com a vitória de Glee.

Links do Episódio:

TargetHD.net
Spoiler Cotidiano
Blog do Zuil
Estrelando Séries
Blog de Eduardo Moreira
SOS Hollywood
Entrevista de Fábio Barreto com Matthew Perry

Entre em contato conosco:

Clique aqui e acesse a nossa área de contato
Veja as Dicas de Compras do SpinOff
Twitter: @SpinOffcombr
Facebook do blog: facebook.com/SpinOffcombr

Feeds do Podcast

Feeds: RSS e iTunes

Comentários

Comentários

COMPARTILHAR

11 COMENTÁRIOS

  1. Muito bom e informativo cast. Também fiquei com vontade de acompanhar "Curb of Enthusiasm", visto que muita gente já me recomendou a série.

    Treme é como o Moreira falou, é uma série que não se deve ser assistida, mas degustada! E quem tiver um bom e diferencial paladar, vai saber aprecias.

    E quanto o final de "24", como o Moreira disse, NENHUM fã de Jack Bauer e cia se decepcionou com o final, muito pelo contrário. Foi uma emoção verdadeira de despedida de uma pessoa querida, mas com aquela sensação de que a gente vai se esbarrar por ai qualquer dia!

  2. Amei o podcast .. rs .. Na verdade eu ja estou viciada no Podcast do Spin-Off e já estou batendo cartão aqui toda vez, para poder ouvir e dar boas risadas.

    Estou ansiosa para ver a próxima temporada de Dexter.

    Estou vendo PLL, Covert Affairs e tenho gostado ..

    Rubicon eu tentei mas nao consegui passar do primeiro episodio que eu ja achei um saco.

    Sou apaixonada por Neal Caffrey .. White Collar é realmente muito bom eu recomendo muito !!!

    E antes que meu comentario fique enorme, eu tenho me divertido muito ouvindo o Moreira falar Cara va pro inferno .. rs .. E mais ainda com a historia do Zuil com a Ana Maria .. hahah .. Melhor que isso só a indicação de música e o trocadilho para a despedida de Vana Medeiros com a musica Love Me Tender.

    Beijokas

    Mari – @oblogdamari
    http://www.oblogdamari.com

  3. Muito legal vocês centrarem um episódio inteiro só nas séries de tv a cabo! Não posso dizer que assisto a muitas delas (sou mais fã das que passam na tv aberta), mas gosto de acompanhar a opinião de vocês da mesma forma…

    Mas queria fazer uma rápida pergunta… vocês tem algo contra o canal Starz?!

    Não sei se alguém está informado, ou está acompanhando, mas em Julho estreiou no canal uma adaptação em mini-série do livro "Os Pilares Da Terra". Por mais que esteja situada em um canal não muito cultuado, a série é belíssima! Muito bem escrita e bem atuada – além de contar com a produção de ninguém menos que os irmãos Tony e Ridley Scott.

    Caso vocês não estejam acompanhando, fica a dica… principalmente se vocês forem fãs de mini-séries épicas!

  4. Eu adoro vocês. Assisto tanto Treme quanto Glee. Gosto das duas séries. Mas totalmente incomparáveis. O tema, o propósito não tem nada a ver uma com a outra. Eu adoro jazz, as músicas são deliciosas. Mas, na minha opinião, a série é sobre pessoas no sentido que se eles não fossem músicos não seria diferente para o drama dos personagens. A música é um elemento para dar certa leveza para o tema pesado (o descaso com Nova Orleans).

    Eu assisti Louie e não achei ruim, mas também não tão boa assim não. O piloto eu gostei, o segundo episódio eu não consegui ri de nada. Vou tentar voltar a ver a série.

    Eu tentei assisti Memphis Beat, vi só o piloto. O Jason Lee é um policial charmoso e ele cantando é muito mais legal do que sendo policial. A chefe dele é muito chata. Os episódios são de “esqueminha”?

    Eu venho ouvindo os podcasts antigos e ouço vocês falando de Flashforward. É tão engraçado ouvir como vocês apostavam na série e agora odeiam.

    O assisti os três primeiros episódios de Rubicon. Estou na boa vontade porque a série é lenta (muito lenta). Até o momento parece interessante e que a história promete.

    Eu amo White Collar, já assisti a primeira temporada inteira. É bem legal. A série é de historinha juntamente com os casos que o Neal e Peter devem resolver.

    Parabéns pelo podcast.

  5. Muito Bom o podcast, gosto muito das séries de canal fechado.

    Só que não gosto de White Collar toda história é muito "chupado" do filme "Fuga a meia Noite" do De Niro e do Charles Grodin, mas gosto muito do Tim Dekay que fez Carnivale.

    Rubicon, apesar de ser meio parado vou dar uma chance já que tive a mesma sensação quando começei a assitir Mad Men.

    Ricky Gervais em Louie foi ÉPICO, a série ta muito boa mesmo com o baixo orçamento.

    Abraço.

  6. Piiiiiiiiiiiiiinnnnn……

    Curb Your Enthusiasm não dá. Concordo com Zuil. Assisti a alguns episódios na 1a temporada e, embora eu fosse fã de Seinfeld, não consegui ver o George Costanza ali. Voltei a ver somente agora, na 7a temporada, nos episódios da reunião de Seinfeld.

    Agora, como seria uma pessoa com "cara de chuchu"?

    Ocktock e tender foi… hilário!

    Dito isto…

    Vocês são um dos melhores podcasts da atual podosfera brasileira. Bem-humorados e informativos.

    Parabéns e Sucesso!

  7. Muito legal o primeiro podcast com a equipe completa do blog. O Leandro Ramos poderia aparecer mais vezes, aprovado!!!

  8. Ah, vocês sabem alguma informação sobre a excelente série da HBO In treatment? foi cancelada? foi renovada? quando estreia a próxima temporada? abração…

  9. Bom episódio. Só comentando uma coisa, por mais que o cara de Glee não devesse ter dito aquilo, Modern Family é moralista sim. Adoro a série, acho que Mitch e Cam são dois ótimos personagems (bem como todos os outros) de uma ótima série (amo Modern Family), mas eles são um casal gay pra hetero ver. Phil e Claire, Jay e Gloria são casais e agem como tal, Cameron e Mitch são amiguinhos que moram junto, um casal gay totalmente assexuado que nem sequer selinhos trocam. Sob esse ponto de vista ambos deveriam ter um comportamento de casal como os outros casais da série. Porém, é compreensível que eles sejam assim, embora, por se tratar de uma série de um casal a cabo, talvez pudessem ousar mais. Mas um passo de cada vez né?

    Mas, os personagens tem tanto carisma que isso nem se faz tão necessário assim. Além de tudo, acho ótimo que eles sejam do tipo mais "estereotipado", é muito legal ver personagens "pintosas" (gíria pra afeminados) como eles e o Kurt (de Glee) na telinha ao mesmo tempo que temos o Marshall (de United States of Tara), que é bem contrastante com eles.

    Essa é a coisa boa desses novos personagens gays que estão aparecendo. Eles são variados e não estão ali por cota, os personagens tem suas tramas e sua importância na série.

  10. Vou dar uma chance pra Treme por que eu ja tinha visto um documentario de Nova Orleans e eu chorei com todo o louvor, toda a determinação , a cultura , a festa, o jazz e tudo mais.

    Acho que vai ser aquela série que vou assistir devagar, toda manha de domingo. Merece esse espirito.

    Vou deixar Louie e Mad Man na caixinha "To Watch" que ja ta precisando que eu de uma esvaziada :S

    Abraços, bons casts e depois de analisar os dois casts passados eu só posso dizer uma coisa: Mulheres falando sobre corpos e Homens falando sobre como o cerebro é afrodisíaco só mostra como o mundo mudou.

  11. Salve, spinoffaiada.

    Acho que vocês já sabem, mas vou reforçar. Minha principal fonte de informações e dicas sobre séries é o Spin-Off. Por mais que eu não acompanhe uma ou outra série (às vezes por desinteresse, outras por falta de tempo), minha patroinha querida é fissurada em séries. Até por isso, tô sempre dando dicas pra ela que pego aqui com vocês.

    Dito isso, fica aqui meu muito obrigado e aquele abraço quebra-costelas. :-D

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui