Aqui estou eu, na minha nobre e não tão árdua missão em convencer você de que vale a pena manter a sua assinatura da Netflix mesmo com a saída das séries da Disney, Warner Bros. e companhia. Os tempos de mudança não representam necessariamente o fim do mundo, e ainda tem muita coisa boa na plataforma. Vamos para a segunda lista.

 

 

Unbreakable Kimmy Schmidt

 

 

Série já encerrada, mas que volta para um episódio especial interativo. Tem a graça de estar conectada com a sua realidade, ironizando vários temas relacionados ao uso da tecnologia, dispositivos inteligentes, plataformas de entretenimento digital e tendências nas redes sociais. Pode ter muitos prejuízos com uma primeira temporada irregular, mas no geral, vale cada segundo de absurdos.

 

 

Russian Doll

 

 

É o filme O Feitiço do Tempo para a TV. A série vale a pena por ser esse jogo onde o espectador tenta adivinhar como tudo será resolvido. Os caminhos por onde a trama passa são realmente interessantes, divertidos e fazem dessa série algo altamente recomendável.

 

 

Better Call Saul

 

 

Todos duvidavam sobre a razão da existência de Better Call Saul. Mas bastou os dois primeiros episódios para provar que Vince Gilligan queria ir ainda além de Breaking Bad. A série aposta na identificação direta com o anti-herói, pois diferente de Walter White (que começou empático e terminou odiado), todo mundo em algum momento na vida se sentiu ou foi como o pobre Jimmy. A essa altura, Better Call Saul já supera Breaking Bad em alguns aspectos, e tudo indica que a sua temporada final será brutal e devastadora.

 

 

Stranger Things

 

 

Talvez a grande joia da coroa da Netflix. Com uma direção milimetricamente bem cuidada e a imaginação impressionante dos irmãos Duffer, Stranger Things não é uma história perfeita, mas tem o encanto suficiente para engajar os fãs. Seja pela sua ambientação, a sua carga nostálgica ou os personagens carismáticos que alimentam cada linha argumental, a cada nova temporada, temos festa entre os fãs. É uma das raras séries que você não vai querer que acabe nunca.

Comentários

Comentários

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui