disney fox

A notícia do mês. Quem sabe, a do ano. A Disney comprou a maior parte da 21st Century Fox por US$ 52,4 bilhões.

A Disney não para de crescer. Tem a Pixar, a Lucasfilm, a Marvel… e esses são apenas os primeiros passos para controlar o mercado de animação para, depois disso, manter o controle das sagas cinematográficas que são tendência no momento.

A compra da Fox vai além: obter franquias, sub-selos e propriedades intelectuais.

Agora, a Disney é dona da Searchlight, Home Entertainment, Blue Sky, FX, National Geographic, canais a cabo de negócios, esportes regionais, redes internacionais (Star India) e 39% do canal britânico Sky.

E tudo isso foi previsto pelos Simpson em novembro de 1998.

 

 

Esse post revisa algumas das novas propriedades da Disney, onde o Mickey Mouse com certeza fará crossover em algumas delas, tal e como aconteceu com Star Wars logo depois da compra da Lucasfilm.

 

Cinema clássico (e não tão clássico assim)

 

Aqui, tudo o que foi produzido pela Fox desde 1915, como os primeiros filmes da estrela infantil Shirley Temple, o formato Cinemascope, filmes com Marilyn Monroe, Cleópatra (com Elizabeth Taylor), MASH, quase toda a filmografia de Mel Brooks e muitos outros filmes lendários.

Sem falar nos clássicos e sucessos modernos como Titanic (co-propriedade com a Paramount), a franquia Kingsman, a franquia de animação Rio, as animações de Charlie Brown e Snoopy e a saga A Era do Gelo.

Muitos dos filmes farão parte do futuro serviço de streaming da Disney, que cada vez mais se torna uma séria ameaça à Netflix, HBO, Amazon e companhia. Além disso, a Disney agora é a principal proprietária do Hulu, que pode vir a ser a base do novo serviço de streaming da empresa.

 

 

Super Heróis

 

A partir de agora, a Disney tem tudo o que a Marvel tem, incluindo X-Men e mutantes (a palavra ‘mutante’ passa a fazer parte do vocabulário da MCU). Ficam de fora o Homem-Aranha, que continua a ser da Sony, mas a parceria com a Marvel é cada vez mais sólida, e o Quarteto Fantástico, que tem a sua própria batalha legal.

 

 

Cinema Fantástico

 

As franquias Alien e Predador agora são da Disney, mas a lista de séries e sagas no tema de fantasia é interminável: desde os vários reboots de O Planeta dos Macacos até Rocky Horror Picture Show, passando por Viagem Fantástica e A Mosca.

Mas o mais importante dentro dessa categoria é Avatar, onde a Disney pode fazer miséria com esse tipo de história. De bônus, recebe o filme original Star Wars Episódio IV (Uma Nova Esperança), que não estava na compra da Lucasfilm. A Fox ainda tinha os direitos de uso do filme de 1977. Quem sabe agora a versão remasterizada e sem os retoques digitais de Lucas finalmente é lançada.

 

 

Televisão

 

Vamos lá: Batman dos anos 60 (isso mesmo… a série foi produzida pela Fox, mas agora a Disney tem os direitos da série com personagens que são da Warner), Buffy, e várias séries produzidas pela Fox ao longo de mais de 30 anos de TV desembarcam nas plataformas da Disney.

Mas o grande ganho aqui é, sem sombra de dúvida, The Simpsons. Fará a alegria das crianças no serviço de streaming da empresa.

Outras animações adultas também chegam no pacote de compra: Family Guy, American Dad, King Of The Hill, Archer, Bob’s Burgers e todas as animações infantis da Fox Kids.

Além disso, Modern Family já era exibida pela ABC (do grupo Disney), mas agora Mickey passa a ser dono do estúdio que produzia a série. American Horror Story, Fargo, How I Met Your Mother, Futurama, Firefly e Arquivo X também entram no pacote de compra.

E… quem diria… Dana Scully virou uma princesa da Disney…

Essa piada final era inevitável!