saragilbert-2013

A atriz Sara Gilbert, que é parte do elenco recorrente de The Big Bang Theory (como Leslie Winkle), contou detalhes em seu talk show, The Talk (CBS) em como foi difícil para ela aceitar a sua sexualidade. E como Leonard… ops, quero dizer, Johnny Galecki o ajudou nesse processo.

Gilbert falou que tudo começou enquanto ela ainda fazia parte do elenco da série Roseanne (ABC), na década de 1990. Na época, ela namorava Galecki, seu colega de elenco, mas depois do casal aprofundar a relação (se é que vocês me entende), Gilbert começou a se sentir mal e depressiva. Confuso, Galecki poderia ter levado para o lado pessoal a situação. Porém, quando Gilbert falou para ele como ela se sentia sobre sua sexualidade, o ator reagiu da forma mais doce e compreensível do mundo (segundo relato da própria Gilbert).

Então, Gilbert começou a ter um relacionamento com uma mulher em segredo. Mas a atriz não se sentia pronta para tornar a relação pública, não só pelo tabu de ser uma relação homossexual, mas pelo fato da namorada em questão ser 18 anos mais velha que ela – e também ser uma pessoa pública. E contou mais uma vez com a ajuda de Galecki para manter o segredo.

Palavras da Sara Gilbert:

Era algo que as pessoas poderiam descobrir a qualquer momento. Ninguém mais do elenco da série soube desse relacionamento por anos, e Johnny manteve esse segredo por todos esses anos. E eu sempre fiquei muito apavorada. Se isso viesse à tona, o que poderia acontecer? Eu poderia perder a minha carreira? Eu estaria apta a interpretar um papel de hétero novamente?

Para quem não sabe, Gilbert, de 38 anos, está noiva de ninguém menos que Linda Perry, de 56 anos, da banda 4 Non Blondies, uma das compositoras mais talentosas dos Estados Unidos.

Gilbert revela que, mesmo agora, quando ela fala sobre sua sexualidade no The Talk ou em público, ela ainda sente muito medo. Mas tenta agir com confiança e fazer piadas sobre o assunto. Mas sempre se questionando se isso tudo vai afetar a sua carreira de alguma forma.

Gilbert acrescenta que esses medos não significam que ela não é totalmente aceita como ela é. “Não é que eu não me emocione por ser quem eu sou, ou que eu não seja muito grata por ter a vida que tenho – pois eu realmente sou grata -, mas… por exemplo, quando ficamos noivas, houve uma parte de mim que ficou pensando: ‘uau, agora vou ter que dizer isso para todo mundo'”.

A atriz afirma que quer que as pessoas saibam que esse processo de auto-compreensão é uma luta de cada indivíduo, e que hoje ela se sente bem com isso. “É um processo que cada um tem que passar. Você não pode querer que uma parte de você não queira se sentir diferente, ou sentir medo”, completa Gilbert.

Antes de fazer essa revelação em The Talk, Gilbert fez uma última consulta ao amigo Galecki por telefone, que mais uma vez deu apoio para ela seguir em frente. Segundo a atriz, Galecki apenas concordou, acreditou que isso era realmente importante para ela, e que estava orgulhoso dela por isso. E que, se quisesse, ele poderia até estar no programa para ficar segurando a mão dela #QueGracinha…

Apenas para recapitular aos fãs de séries mais esquecidos: Leslie Winkle foi um dos relacionamentos amorosos frustrados que Leonard teve entre as intermináveis idas e vindas com Penny. E é isso o que deixa essa história da vida real ainda mais legal!

Via TV Guide