Ruby Rose é a nova integrante da lista de celebridades que abandonaram as redes sociais por conta da imbecilidade de alguns internautas.

Desde que a atriz australiana foi escolhida para interpretar a Batwoman na nova série do Arrowverso da CW, ela vem recebendo duras críticas no Twitter e no Instagram por parte de pessoas que consideram que ela não é a mais indicada para o papel.

Batwoman foi relançado pela DC Comics em 2006 como uma personagem lésbica de descendência judia. Ainda que algumas críticas sejam feitas pelo fato de Rose não ser judia, outros a acusam dela não ser suficientemente gay, apesar da atriz ser abertamente gay.

Espera… “não ser suficientemente gay”? Tem agora taxa de porcentagem para isso? Vai se ferrar, gente desocupada!

Por conta dessa imbecilidade, a atriz que ganhou notoriedade pelo seu papel em Orange is the New Black e pelo recém lançado Megatubarão decidiu fechar a sua conta no Twitter e desativar os comentários no seu instagram.

Rose comentou que essa história (dela não ser lésbica, logo, não pode ser a Batwoman) é a coisa mais cômica e ridícula que ela leu em toda a sua vida. Afirma que se assumiu homosseuxal aos 12 anos, e nos últimos cinco anos ela teve que lidar com coisas como ‘ela é gay demais’. “Que todos nos apoiemos uns aos outros em nossas jornadas”, completou a atriz.

Rose decidiu dar um tempo no Twitter para focar todas as suas energias em seus próximos dois projetos.

Batwoman terá a sua primeira aparição no crossover anual do Arrowverso em dezembro. Já a série baseada no personagem de Kate Kane estreia na temporada 2019-2020.

 

Via Variety