rotten apples

Harvey Weinstein foi apenas a ponta de um imenso e desagradável iceberg apontado por Rose McGowan. O problema do assédio sexual em Hollywood e o número de envolvidos na prática tomou proporções inimagináveis.

Qualquer nome de ator, produtor ou membro da indústria do cinema que parava nos Trending Topics do Twitter já liga o sinal de alerta. Porém, desde 11 de dezembro, o site Rotten Apples mostra se nossos filmes favoritos estão livres de membros que já cometeram o crime de assédio.

O site foi criado à raiz do caso Weinstein, e conta com uma base de dados que recorre a todos os filmes e séries de TV onde membros do elenco e da equipe técnica e artística estejam acusados de algum delito de natureza sexual.

Os nomes como ‘maçãs podres’ devem ser indicados por fontes reputáveis ou veículos de mainstream, contando também com uma alegação real de uma acusadora ou de alguém suficientemente valente para apresentar a ação na polícia, e explicar o ocorrido.

A aparição do controverso site acontece depois das igualmente controversas declarações de Matt Damon, que defendia o comportamento impecável “da grande maioria dos homens” com os quais já trabalhou.

Sua preocupação (assim como é a de outros homens) é a crescente tendência de transformar acusações em fatos comprovados de forma automática.

É o assunto da atualidade, infelizmente. Isso fica claro nas 500 mil buscas feitas no Rotten Apples durante suas primeiras 50 horas de atividades.

 

Via Rotten Apples