O Oscar de Melhor Canção por Remember Me (de Viva – A Vida É Uma Festa, que também venceu como Melhor Filme de Animação) faz de Robert López a primeira pessoa a conseguir um duplo EGOT na história das premiações norte-americanas.

O EGOT é o acrônimo de Emmy, Grammy Oscar e Tony, os quatro prêmios artísticos mais mediáticos dos EUA. Só consegue um EGOT quem tem grande versatilidade para brilhar na TV, na música, no cinema e no teatro.

O compositor venceu o Oscar de Melhor Canção por Let It Go (de Frozen). Some os dois Oscar aos dois Daytime Emmys por Wonder Pets, três Grammys por Book of Mormon (Melhor Álbum de Teatro Musical) e Frozen (Melhor Trilha Sonora de Mídias Visuais e Melhor Canção Escrita Para Mídias Visuais) e outros três Tonys (Melhor Canção Original por Avenue Q e Book of Mormon, e Melhor Libreto por Book of Mormon).

Robert López já era a pessoa mais jovem a conseguir um EGOT, que por sua vez só foi alcançado na história por 12 pessoas, com nomes notáveis como Rita Moreno, Helen Hayes, Richard Rodgers, Audrey Hepburn, Mel Brooks e Whoopi Goldberg, entre outros.

Levando em conta que López tem apenas 43 anos, podemos deduzir que há muito potencial para que este não seja o último EGOT de sua vida.