Quatro pessoas foram presas na Índia, sob a acusação de realizarem o vazamento do quarto episódio da sétima temporada de Game of Thrones (HBO).

De acordo com as autoridades locais, uma investigação levou aos acusados, que ficarão presos até o dia 21 de agosto. Os envolvidos são quatro funcionários da empresa encarregada pela distribuição e armazenamento dos episódios de Game of Thrones na Índia.

O episódio vazado contava com o logo da Star India, o que levou a HBO a prestar uma queixa na polícia, que realizou uma investigação preliminar baseado no rastreamento eletrônico e outro material técnico equivalente.

A investigação ficou centrada na Prime Focus Technologies, agência que maneja as informações da Star India. A Prime Focus aceitou que o vazamento aconteceu dentro de sua empresa, e prestou uma queixa contra um dos seus funcionários, alegando que em parceria com outro ex-colaborador e pessoas não autorizadas tiveram acesso ao episódio para fazer o upload ilegal para a internet.

Este incidente não está relacionado com o hack que a HBO sofreu a alguma semanas. O caso da Índia aconteceu por conta de funcionários inescrupulosos. Já o hack é mais sério, a ponto do canal atender às exigências dos cibercriminosos, o que não evitou que outras séries da rede caíssem na internet.

O mais provável é que outras prisões aconteçam, já que as investigações prosseguem.

 

Via AFP