Suzanne Mackie, diretora criativa da Left Bank, reconheceu que pagou para Matt Smith um salário maior que para Claire Foy para interpretar seus respectivos personagens na série The Crown (Netflix), mas assegurou que isso não vai mais acontecer.

“De agora em diante, ninguém cobrará mais que a Rainha”, disse Suzanne.

Olívia Colman foi confirmada como a substituta de Foy no papel de Rainha Elizabeth II, e The Crown vai corrigir a disparidade salarial tarde demais. A desculpa dada foi que Smith era mais famoso por conta do seu trabalho em Doctor Who. Ou seja, em teoria, Hugh Laurie, mesmo sendo muito mais famoso que Colman por sua passagem em House, M.D., vai receber menos que a intérprete da Rainha Elizabeth II.

Vale observar que cada episódio de The Crown nas primeiras duas temporadas custou aproximadamente 5,64 milhões de euros, e os produtores enfrentam o desafio de aumentar o investimento com uma série com elenco diferente. Os produtores até afirmam que o acordo que a Netflix fechou com Ryan Murphy (cinco anos, por US$ 300 milhões) foi um problema para todas as demais produções do serviço de streaming.

As próximas duas temporadas serão um teste de fogo para a sobrevivência de The Crown. Poucas vezes uma série troca seus atores protagonistas para seguir em frente com sua história.

Veremos como a série prossegue.

 

Via Variety