O Pornhub está preocupado com o gradativo desaparecimento da programação para adultos da HBO, e quer ajudar a resolver esse problema.

Os fãs de séries como Real Sex e Taxicab Confessions, clássicos do soft-porn, reclamam da retirada desses programas tanto do canal tradicional da HBO na TV como de sua plataforma de streaming.

E é aqui que o Pornhub quer ajudar. De acordo com o Deadline, o site para adultos apresentou uma oferta pública para resgatar todas essas produções da HBO, considerando muitas dessa séries verdadeiras relíquias.

O Pornhub entende que existe um grande valor promocional para essas séries, e quer ajudar a produzir novas temporadas desses programas para a sua plataforma Pornhub Premium.

A intenção do Pornhub é simplesmente louvável, mas é pouco provável que a HBO vai liberar os direitos de produção dessas séries. De qualquer forma, não podemos culpá-los por tentar.

Até o momento da produção desse post, a HBO não se pronunciou sobre o assunto.

Vou confessar que eu fui um daqueles que acompanhou as séries adultas da HBO. Era o Cine Privê da minha geração adolescente, mas mais sofisticada e bem mais cara.

E era um dos diferenciais da HBO como canal premium da TV a cabo. Por ser caro e ficar lá no final da grade das operadoras (o que complicava a vida dos pequenos na hora de encontrar esse conteúdo), o Home Box Office se valia muito bem do conceito “It’s Not TV” para atrair uma audiência mais qualificada e selecionada.

E essa liberdade de canal premium permitia a oferta de conteúdos mais ousados, mais adultos. Tal e como faz até hoje. Algumas séries da HBO são relativamente pesadas no seu conteúdo, e oferecer esses conteúdos eróticos fazia todo o sentido na década de 1990.

Hoje, pode ser que a HBO prefere pegar pesado nas temáticas de outra forma, e o sexo pode se vender com séries mais comerciais. Compreendo a decisão deles. Mas seria bem interessante ver a Pornhub subindo de nível, oferecendo conteúdos mais sofisticados.

Não que eles já não o fazem, que fique bem claro.

Como eu sei disso? Não me pergunte!

 

Via Deadline