Sacha Baron Cohen foi cotado para interpretar Freddie Mercury antes de Rami Malek estrelar Bohemian Rhapsody. Agora, ele explica por que ficou de fora do projeto de Bryan Singer.

Cohen pulou fora porque ele queria uma abordagem muito mais chamativa da vida pessoal de Mercury. Ele queria um filme escandaloso, que abordasse melhor a homossexualidade do vocalista do Queen, com várias cenas de nudez.

Este é justamente um dos pontos mais criticados em Bohemian Rhapsody: a falta de abordagem de um aspecto tão importante da vida de Mercury, e que reflete de forma decisiva em sua obra.

No lugar, optaram por fazer um filme mais familiar.

Além disso, era sabido dos problemas entre Mercury e os demais membros da banda, algo que Cohen queria explorar. E, mesmo que a filme biografia estivesse focada na banda, tudo deveria ser narrado pelo ponto de vista de Freddie.

Em resumo: Sasha Baron Cohen queria um filme sobre Freddie Mercury, e não sobre o Queen.

Eu assistiria ao filme do Cohen sem problemas.

 

+info