Eu deveria escrever sobre o filme A Freira. Deveria. Mas não vou.

Depois da nota 3.5 (em 10) do nosso antigo colaborador Eduardo Sacer, eu cheguei a conclusão que não vou dedicar parte do meu tempo útil assistindo ao filme. Porque não quero? Não seria tão simplório na justificativa.

Particularmente, não sou muito chegado aos filmes de terror. Entendo perfeitamente quem gosta, mas não é a minha praia. Terror de ficção até pode ser interessante e, em muitas vezes, é criativo. Mas nada gera tanto terror ultimamente quanto as Eleições 2018. E isso me basta.

Além disso, pelos comentários que li a respeito do longa, não acho que vou sair do cinema muito satisfeito com o resultado final. E, somando ao fato que não tenho essa paciência toda para filmes de terror, eu sinto que vou perder parte do meu tempo útil assistindo A Freira.

Mas estou aqui para dar um conselho para vocês. Obviamente, você pode aproveitar ou não. Mesmo assim, estou oferecendo porque esse blog tem também como objetivo ajudar aqueles que não estão muito convictos sobre suas escolhas.

Ou nesse caso, sobre um filme a assistir.

E o conselho é: nesse caso, faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço.

 

 

Eu não vou assistir A Freira por convicções pessoais. Como disse antes, eu não sou chegado em filmes de terror, e não vou investir o meu tempo e dinheiro em coisas que naturalmente não vão me agradar.

Além disso, o SpinOff.com.br não é exatamente o blog que paga as minhas contas. O TargetHD.net sim, paga a sagrada pizza de final de semana. Ou seja, eu não preciso ter essa dedicação toda em ser profissional a ponto de ver algo que não é do meu gosto natural.

Mas recomendo que, se você tem vontade de ver A Freira, vá. Independente de qualquer tipo de opinião.

Nós, que escrevemos resenhas e reviews de conteúdos de entretenimento na internet, apenas oferecemos o nosso parecer sobre o conteúdo que assistimos. Não é uma regra. Não é uma lei. Não é a opinião que você deve assumir para si.

Ou seja, faça o que você tem vontade, e vá até o cinema para assistir A Freira. Procure sempre ter uma opinião sobre o conteúdo apresentado.

Você pode se arrepender depois? É claro que sim! Tudo nessa vida tem 50% de chances de dar certo, e o restante você já sabe o que pode acontecer.

Você pode ser até aquela pessoa que procura as resenhas e reviews para tentar evitar em barca furada. Eu entendo você, e agradeço pela preferência.

Mas é sempre bom tirar as conclusões por si.

E venha depois me contar o que você achou de A Freira. Porque eu mesmo não vou assistir.

Ponto.