Ao longo dos anos, Vince Vaughn aperfeiçoou sua habilidade de interpretar personagens de diferentes características. Da comédia aos papéis com maior tom de drama, Vaughn já demonstrou ser capaz de grandes performances em sua consolidada carreira.

Separamos três interpretações do ator que marcaram a sua carreira nas últimas três décadas, que parte de uma interpretação em uma comédia para o público jovem nos anos 1990 a um personagem principal de um drama muito forte em 2017.

 

 

Swingers: Curtindo a Noite (1996)

 

Este filme marcou o primeiro grande de papel de Vaughn no cinema e também deu início a uma bela parceira com o ator Jon Favreau. Em “Swingers: Curtindo a Noite”, Mike (Jon Favreau) rompe o relacionamento sua namorada em Nova York e vai para Hollywood tentar uma carreira artística.

No entanto, Mike se sente isolado após alguns meses no novo lugar e isso faz com que seu colega Trent (Vince Vaughn) se aproxime e o leve para várias festas e lugares conhecidos. No famoso Fremont Hotel & Casino, em Las Vegas, uma das cenas mais marcantes da trama envolve ambos e o popular blackjack — tradicional jogo de cassino de alto alcance popular em todo mundo.

O interessante é que Vaughn mostra rara habilidade de ser tanto engraçado quanto dramático como Walker. Além disso, sua sintonia com Favreau foi algo marcante na trama e que é lembrada até hoje pelos críticos e fãs do filme.

Em entrevista para o site Flickering Myth, Vaughn destacou que a liberdade que tinham para improvisar ajudou muito nas cenas.

“Nós fizemos um pouco disso enquanto contracenávamos. Havia algumas coisas com as quais ficamos um pouco mais soltos e nos divertimos — eu sempre gosto de trabalhar dessa maneira. Mas com esse nós tivemos um ótimo roteiro. Havia um pouco de brincar certamente, mas havia um plano de jogo definido também”, conta ele.

 

 

Com a Bola Toda (2004)

 

Depois do sucesso em Swingers, Vaughn ganhou mais espaço em grandes produções e participou de blockbusters como “Jurassic Park II: O Mundo Perdido” e “Psicose”, por exemplo. Mas foi novamente na comédia que ele teve grande destaque — desta vez em “Com a Bola Toda”.

Este filme reeditou a parceria entre Ben Stiller e Vaughn, que haviam contracenado juntos em “Starsky & Hutch, Justiça em Dobro”. O longa-metragem conta a história de White Goodman (Stiller), um proprietário de uma grande academia de ginástica que pretende ampliar seus negócios de maneira não muito justa. Uma das metas de Goodman é adquirir a falida Average Joe, que tem Peter LaFleur (Vaughn) como dono.

O filme conta com várias cenas engraçadas sem precisar ir para um lado apelativo. Além disso, Vaughn, já em uma fase um pouco mais madura na carreira, consegue extrair o melhor do seu personagem nessa comédia marcante início dos anos 2000.

 

 

Confronto no Pavilhão 99 (2017)

 

Diferentemente dos filmes apresentados anteriormente, “Confronto no Pavilhão 99” é um longa-metragem com muito drama envolvido. Vaughn, protagonista da trama, interpreta o ex-boxeador Bradley Thomas. É importante ressaltar que o ator vinha de um bom trabalho na série dramática True Detective.

No enredo de Confronto no Pavilhão, o personagem interpretado por Vaughn perde seu emprego em uma oficina de automóveis, acaba se envolvendo com coisas erradas e vai para a prisão. Sem sua liberdade, Thomas se vê em situação difícil e é obrigado a lutar para sobreviver.

A atuação de Vaughn rendeu vários elogios e provou para muitos críticos que o ator é capaz de interpretar papéis dramáticos com muita competência.

“Eu sabia que Vince Vaughn era um bom ator. Obviamente eu não teria ido a ele para a liderança neste filme se eu não soubesse disso. Há muitos atores principais nos filmes, mas há uma diferença aqui. Ele carrega isso”, disse o diretor S. Craig Zahler em entrevista para a divulgação do filme.

“Em todas as cenas, há apenas três exceções, todo o peso do filme está sobre ele. Eu sabia que ele era muito bom e tive uma grande transformação em mente, reunindo o que eu acho que é um aspecto naturalmente imponente de sua personalidade, o tamanho e a maneira como ele se comporta. Todas essas coisas juntas”, completa o diretor.

 

 

Trabalho por trás das câmeras

 

 

Nos últimos anos, Vaughn tem atuado pouco e trabalhado mais como produtor de filmes, séries e documentários. Ele também é produtor da série animada adulta “F Is for Family” desde 2015 e o desenho, com avaliação de 8/10 no site especializado IMDb, faz sucesso no catálogo norte-americano da Netflix.

Comentários

Comentários

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui