No próximo dia 22 de janeiro (terça), serão anunciados os indicados ao Oscar 2019. Então, vamos ficar especulando até 24 de fevereiro (domingo) para conhecer os vencedores. E a maioria das conversas entre os fãs de cinema buscam um consenso sobre os nomes que estarão na lista dos indicados.

Nesse momento, o que mais interessa é saber quais filmes estão mais cotados para receberem uma indicação ao Oscar. A lista a seguir é centrada nas principais categorias, mas também podem figurar nas categorias técnicas.

 

 

Filmes que estarão na lista de indicados ao Oscar 2019

Nasce Uma Estrela: não é o favorito para Melhor Filme, mas é o filme que pode receber mais indicações: aspira 11 menções, mas se considerar também design de produção e figurino, pode alcançar 13 categorias indicadas.

A Favorita: não é o favorito em quase todas as categorias, mas deve ficar bem posicionado com 10 indicações, incluindo filme, direção, atriz e atriz coadjuvante duas vezes.

Roma: nesse momento, o grande favorito a melhor filme, ainda que alguns críticos sejam resistentes a acreditar que a Academia vai premiar um filme mexicano, em espanhol e da Netflix. Em teoria, deve receber 9 indicações, mas se cavar menções em atriz coadjuvante e edição de som, pode alcançar 11 categorias.

Pantera Negra: é certo que será o primeiro filme de super-heróis a receber uma indicação para melhor filme, mas suas chances de vencer nessa categoria são praticamente nulas. Deve receber nove indicações. É pouco provável que receberá menções em direção, ator coadjuvante, roteiro adaptado (a mais provável entre as menos prováveis), fotografia e montagem e, assim, alcançar utópicas 14 indicações, o que tornaria esse filme o mais indicado do Oscar 2019. Só em sonho mesmo.

O Primeiro Homem: o novo filme de Damien Chazelle (La La Land, Whiplash) é favorito antes que você comece a assistir ao longa. Mas é provável que receba 8 indicações, na sua maioria em categorias técnicas. Menos provável ser indicado como melhor filme, direção, roteiro adaptado e figurino. Aliás, é quase certo não conseguir nenhuma indicação das quatro categorias.

Vice: o novo filme de Adam McKay deve receber sete indicações, além de uma pouco provável oitava menção em trilha sonora.

Infiltrado na Klan: o mais recente filme de Spike Lee deve receber 6 indicações. Seria uma surpresa receber uma indicação em trilha sonora.

O Retorno de Mary Poppins: o ótimo retorno da babá mágica vai ter que se contentar com seis indicações, e todas nas categorias técnicas. É pouco provável receber menções em melhor filme, direção, atriz, fotografia, montagem e edição de som, mas entrar em algumas dessas categorias não seria um absurdo.

Green Book: apesar de todas as polêmicas que o filme está enfrentando, deve receber cinco indicações, incluindo melhor filme, ator, ator coadjuvante e roteiro original. Já em direção, pode ser algo duvidoso, mas possível.

Se a Rua Beale Falasse: novo filme de Barry Jenkins que aspira cinco indicações, mas deve ficar de fora em direção e montagem.

Poderia me Perdoar?: será o filme usado como exemplo se não tiver nenhuma mulher indicada na categoria de direção. Está com quase quatro indicações garantidas: filme, atriz, ator coadjuvante e roteiro adaptado.

First Reformed: o filme de Paul Schrader pode passar em branco, mas pode ser indicado em três categorias: filme, ator e roteiro original. Na direção, seria uma surpresa se entrar.

Bohemian Rhapsody: triunfar no Globo de Ouro não faz com que o filme vá alem de, no máximo, duas indicações: filme e (não será surpresa se ficar de fora) ator. Tem chances remotas em som e cabelo/maquiagem.