O documentário Ópera Aberta – Os Pescadores de Pérolas estreia em 14 de outubro, às 21h, no canal MAX.

Dirigido por Carlos Nader, o longa acompanha o trabalho de Fernando Meirelles, cineasta indicado ao Oscar® por “Cidade de Deus”, durante seu mergulho em um novo território: a ópera. Convidado para dirigir “Os Pescadores de Pérolas”, do compositor francês Georges Bizet, no Teatro da Paz, em Belém (PA), Meirelles teve seu trabalho registrado por Nader durante os seis meses de desenvolvimento e montagem da obra teatral.

A ópera “Os Pescadores de Pérolas” é dividida em três atos, e conta a história de amigos de infância que se reencontram, após muitos anos, em uma vila de pescadores na costa do Ceilão. Com a chegada da mulher por quem ambos são apaixonados, o passado vem à tona, obrigando-os a escolher entre o amor e a amizade.

Com 104 minutos de duração, Ópera Aberta – Os Pescadores de Pérolas apresenta ainda relatos do elenco e da equipe sobre a árdua tarefa que é montar uma ópera e detalha a percepção do diretor sobre o desafio de criar algo completamente novo, ao montar a obra do zero.

Como diretor do documentário, Carlos Nader faz uma ousada e original construção narrativa, ao mesmo tempo em que Meirelles, como diretor do espetáculo teatral e personagem do documentário, inova o formato da obra, incorporando trechos filmados ao espetáculo ao vivo, e deixando na encenação sua marca registrada de diretor de cinema.

Ópera Aberta – Os Pescadores de Pérolas é produzida por Roberto Rios, Paula Belchior e Patricia Carvalho, da HBO Latin America, e Andrea Barata Ribeiro e Bel Berlinck, da O2 Filmes. A direção é de Carlos Nader. Com recursos da Condecine (“Medida Provisória nº 2.228 – 1 de 6 de Setembro de 2001, artigo 39”), a série será distribuída com exclusividade pela HBO Latin America.