A temporada final de Game of Thrones só chega em 2019, mas o elenco começou a revelar algumas curiosidades sobre os futuros episódios.

Nathalie Emmanuel, confirmou que o final da série será “incrivelmente satisfatório para os fãs, mas devastadora; o final da série vai explodir cabeças.”

A produção foi finalizada, e a temporada durou mais tempo para ser filmada que as anteriores. Todos estão em silêncio sobre o que podemos esperar, obviamente, mas alguns vazamentos de informações aconteceram, em tom de brincadeira.

Nikolaj Coster-Waldau afirmou que não houveram economias na temporada fina. “Até as coisas mais extremas foram impulsionadas pela história. A essa altura da série, todos estão colhendo as recompensas do trabalho empregado em todos os personagens.”

Joe Dempsei revelou que a temporada terá “um final que muitos não esperam, mas que vão gostar.”

Por fim, Sophie Turner afirmou que a oitava temporada de Game of Thrones será “mais sangrenta do que nunca”.

O que realmente podemos esperar de Game of Thrones na sua temporada final?

Que a série entregue aos fãs o mesmo nível de excelência empregado nas temporadas anteriores, ou até um pouco mais, já que a produção teve o tempo necessário para desenvolver a narrativa que queria. Aliás, a HBO foi generosa demais na oferta de tempo para a produção e na aceitação de tudo ser entregue e encerrado em apenas seis episódios com duração de um longa metragem (90 minutos de duração, aproximadamente).

É um jogo de risco que a HBO assume para si. Se, por um lado, todo o tempo entregue para a produção de Game of Thrones pode resultar em um final muito satisfatório, por outro lado, esse ponto de satisfação é relativo e subjetivo. Se a série entregar uma temporada final modorrenta e arrastada, o tempo a mais para cada episódio pode ser um baita tiro no pé da produção.

Vamos esperar pacientemente por 2019 para conferir os resultados finais.