O Exterminador do Futuro: Destino Sombrio – pôster oficial

Os fãs estão animados com a volta da franquia O Exterminador do Futuro, dirigida por Tim Miller e com produção do lendário James Cameron. O retorno da personagem Sarah Connor, interpretada por Linda Hamilton, já prometia um banho de nostalgia; e recentemente, durante a Comic-Con em San Diego, foi anunciado que Edward Furlong também fará parte da nova produção. Entretanto, acusações contra o ator têm feito o público questionar se a escalação foi acertada.

Após alcançar fama com o personagem John Connor em “O Exterminador 2”, a carreira do ator não seguiu o caminho esperado. No começo dos anos 2000 seu envolvimento com drogas virou manchete, e Furlong também sustentou diversas acusações por violência doméstica feitas por ex-namoradas, que resultaram em várias prisões entre 2012 e 2013. Em reabilitação, Edward permaneceu longe da mídia e dos holofotes até o anúncio recente sobre a sua escalação. “É importante não varrer o histórico de violência doméstica de Edward Furlong para baixo do tapete apenas porque ele está retornando à um personagem querido”, disse Jacquie Marroquin, representante da CPEDV, uma organização não governamental de ajuda a vitimas.

Responsabilidade

A principal crítica à participação de Furlong, é que ela parece demonstrar que Hollywood não leva esse tipo de comportamento nocivo a sério, e que está disposta a perdoar atores e diretores em troca do sucesso dos seus filmes e séries de tv. “Isso pode ter consequências para os sobreviventes, que podem pensar duas vezes antes de procurar ajuda quando vêem pessoas que cometem esse tipo de crime ganhando fama e poder sem serem responsabilizados por seus fãs e colegas de trabalho“, completou Marroquin.

Comentários

Comentários

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui