A Netflix vai deixando claro que o seu modelo de negócio está prioritariamente definido para a produção em massa de conteúdos originais. Desde a estreia de House of Cards até a revolução que ROMA (filme de Alfonso Cuarón) causou recentemente, não é de se estranhar a notícia que mostra como essa estratégia vai continuar, e com toda a força.

Em recente entrevista ao The New York Times, Scott Stuber, chefe da divisão de cinema da Netflix, revelou alguns detalhes da sua agenda de produção anual que, obviamente, prioriza a produção de conteúdos próprios e originais.

Em 2019, a Netflix vai produzir 55 filmes originais. Se somarmos os documentários e os longas de animação, serão 90 filmes nos próximos 12 meses. É uma escala industrial de longas que jamais foi vista em Hollywood ao longo de toda a sua história de mais de 100 anos.

 

 

Pelo menos um filme com orçamento de mega blockbuster

Como já era de se esperar, o custo de produção de cada filme vai variar bastante. Ou seja, teremos filmes muito caros produzidos pela Netflix, ao mesmo tempo que também teremos filmes com orçamento baixíssimo, com conceitos experimentais e propostas alternativas. O artigo do NYT dá a entender que há pelo menos um filme cuja produção se aproximou do orçamento de US$ 200 milhões.

Produzir 90 filmes originais por ano quebra todas as marcas usuais do mercado tradicional. Os grandes estúdios de cinema (Universal, Warner Bros., etc) normalmente produzem e estreiam entre 20 e 30 grandes filmes por ano.

E nem é o caso da Netflix ter essa bala na agulha toda para triplicar o volume de produções cinematográficas em uma única temporada. O serviço de streaming segue acumulando empréstimos para poder manter o seu plano de produções originais, e o seu modelo de negócio só deve resultar em lucros práticos para os seus investidores daqui a alguns anos.

De qualquer forma, os números inflados deixam claro que a Netflix mudou o negócio do entretenimento para sempre. E que este é um caminho sem volta.

 

Via New York Times

Comentários

Comentários

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui