Um estudo publicado pelo site CordCutting mostra quantas pessoas aproveitam do compartilhamento de contas nos serviços de streaming, sendo que é na Netflix onde isso acontece mais.

Enquanto que usuários de serviços como Amazon Prime Video ou Hulu Plus ficam entre 12 e 16 meses sem pagar uma mensalidade, a média dos usuários da Netflix ficam até 26 meses. Boa parte dos usuários contam com contas compartilhadas para assistir ao conteúdo (14%), com um único objetivo: economia.

O potencial de lucro perdido pela empresa é de US$ 2.3 milhões, em uma base estimada de 24 milhões de usuários não-pagantes. Em teoria, usar a Netflix sem pagar é moralmente errado. Mas isso não é o caso. Com certeza a Netflix está perdendo dinheiro com o compartilhamento, mas como o propósito do compartilhamento de contas é a economia, fica bem claro que o resultado disso para o serviço de streaming é perder dinheiro.

Agora, tem muita gente se aproveitando da bondade (ou da ingenuidade) de amigos e familiares para ter Netflix de graça. Mas aí é uma questão de comportamento pessoal, algo que não é relevante para a empresa.

A mesma pesquisa informa que 59.3% dos usuários admitem que vão assinar o serviço de streaming caso acabem perdendo as credenciais. Porém, isso é algo hipotético e sem garantia alguma de que realmente pode acontecer.

Em resumo, o estudo é útil para todos terem uma ideia dos números em diferentes serviços. Mas é fato que as pessoas querem economizar dinheiro se o sistema permitir isso de forma legal.

E a Netflix permite isso.

 

 

Via TechCrunch