Boogie Nights

Todo mundo tem um passado. Inclusive Mark Wahlberg.

O hoje bem sucedido ator já foi rapper e modelo. Mas essas duas atividades profissionais não o envergonharam tanto quanto fazer o filme Boogie Nights que, apesar de ter dado notoriedade, o rendeu também arrependimento por ter participado do projeto.

Para Mark, Boogie Nights é o filme pelo qual ele pede perdão a Deus. É uma revelação surpreendente, pois o filme foi bem acolhido. Porém, é uma declaração compreensível quando Wahlberg lembra sua filmografia a partir de um ponto de vista religioso.

 

“Sempre espero que Deus seja um cinéfilo, e que me perdoe porque no passado eu escolhi projetos questionáveis.”

 

 

Lembrando o enredo de Boogie Nighs: o filme mostra a indústria pornô das décadas de 1970 e 1980, e Walhberg interpreta Dirk Diggler, que tem uma acensão dentro desse formato de cinema, e o seu órgão sexual viril tinha papel decisivo nesse aspecto.

Não dá para saber se Deus (caso ele realmente exista) assistiria um filme com essa temática, mas o fato de ver Walhberg pedir perdão por ter feito, e destacar, à sua maneira, esse filme como o pior de sua filmografia é algo no mínimo chamativo.

O ator também destacou que nunca teve problemas em falar sobre o seu passado, incluindo suas condenações pelos diversos delitos enquanto era jovem. Dá para imaginar a fé ajudando a reconduzir a sua carreira, já que ele esteve envolvido em muitas causas para ajudar diversas pessoas.

 

Via ET Canada

Comentários

Comentários

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui