Louis C.K.

Louis C.K decidiu quebrar o silêncio sobre as denúncias de assédio sexual que apareceram contra ele nos últimos dias. E confirmou que todas as acusações estão corretas.

Em carta ao New York Times (o mesmo veículo que publicou as denúncias das vítimas), C.K. afirma que se arrepende de suas ações, e tratou de aprender com elas. Disse que “agora” é consciente do alcance de suas ações, que “ontem” entendeu que deixou mal mulheres que o admirava e que isso se refletiu em outros homens que nunca tentaram o mesmo que ele.

O ator reconheceu que estava abordando de forma correta, porque sempre perguntava antes de mostrar suas partes íntimas (WTF???), mas agora entendeu que a sua posição de poder tirava o contexto da pergunta, deixando todas essas mulheres em uma situação difícil.

O ator destacou também a importância das mulheres com quem teve comportamentos inadequados. A admiração delas por ele foi utilizada para que as vítimas tivessem mais problemas ao contar as suas experiências. Se arrepende por não ser um bom exemplo para elas como homem, dando conselhos como comediante.

As produções afetadas pelas denúncias foram mencionadas por C.K. Para ele, seria negligente excluir os danos que provocou às pessoas afetadas. Mesmo assim, ele se desculpou com o seu empresário Dave Becky e o pessoal da rede FX pelos problemas causados.

“Eu trouxe dor à minha família, meus amigos, meus filhos e sua mãe”.

A partir de agora, Louis C.K. vai dar um passo atrás na sua carreira marcada pelo “dizer o que quer”, para tomar o tempo necessário para ouvir.

Cá pra nos? Ouvir e ouvir muito. E calado.