Louis C.K.

A lista negra de Hollywood só aumenta.

Agora, é o comediante / roteirista / ator / produtor / diretor Louis C.K. o acusado por cinco mulheres de ter um comportamento sexual inadequado. Na maioria dos casos, o comediante se masturbou diante das vítimas.

As comediantes Dana Min Goodman e Julia Wolov relatam suas experiências em 2002. Louis C.K. as convidou para ir até o seu quarto em um hotel durante um festival de comédia no Colorado. Ao chegar no quarto, o comediante, sem cerimônia, questionou se ele poderia expor o seu órgão sexual.

Goodman e Wolov pensaram inicialmente que era uma piada (de mau gosto), mas Louis tirou a roupa e começou a se masturbar diante delas.

Em 2003, a atriz Abby Schachner ligou para o comediante para convidá-lo para um dos seus shows. Durante a conversa, ela percebeu que Louis se masturbava e relatava suas fantasias sexuais. Abby não sabia como interromper a chamada, mas ficou muito constrangida com a situação.

C.K. teria se desculpado em um momento posterior, em uma mensagem enviada para Abby pelo Facebook.

Rebecca Corry é mais uma que acusa Louis C.K., que a questionou se ele poderia se masturbar diante dela em um piloto de um programa de TV em 2005. Courtney Cox e David Arquette, produtores executivos da série em questão, confirmaram o incidente, e demonstraram indignação e comoção pelo comportamento do comediante.

A quinta mulher se manteve no anonimato, mas relatou que, no final dos anos 90, enquanto trabalhava na produção de The Chris Rock Show, o comediante a pediu em diversas ocasiões que o observasse enquanto ele se masturbava. Na época, ela tinha 20 anos e aceitou a situação, mas sempre achou que Louis estava abusando do seu poder.

Até o momento, Louis C.K. não se pronunciou sobre o assunto, mas as consequências já começaram a aparecer. A estreia do seu novo filme, I Love You Daddy foi cancelada, assim como sua aparição no The Late Show With Stephen Colbert.

 

Via The New York Times