Até que a morte da criatividade na TV pode render coisas bem interessantes. Especialmente quando o destino produz a colisão entre Jordan Peele e Lorena Bobbitt.

Vai por mim. Você vai querer assistir a Lorena, nova série do Amazon Prime Video. Especialmente você, que é muito novo nesse paranauê muito louco chamado vida. A história que essa série vai contar é baseada em fatos reais. Fatos esses que estão em uma das histórias mais surreais e inacreditáveis já produzidas por mãos humanas.

O inesquecível ano de 1993 entregou ao mundo a ainda mais inesquecível história de Lorena Bobbitt, uma mulher infeliz que sofria de diversos tipos de abusos nas mãos do marido. Então, de saco cheio de sofrer, Lorena fez o que toda e qualquer mulher sensata faria na mesma situação: cortou o pênis do marido agressor.

A série de Jordan Peele vai dar a chance dos envolvidos explicarem as suas respectivas versões dos fatos.

 

 

A história do casal Bobbitt detonou na época uma leva de notícias sensacionalistas que ficavam na mídia 24 horas por dia. O caso virou piada nacional, e a imprensa machista ocultou o sofrimento de Lorena. Por outro lado, John também não não ajudou, se transformando em estrela do cinema pornô. Agora, todos tem a chance de falar.

A série documental terá quatro episódios no Amazon Prime Video, e promete dar foco ao problema das agressões domésticas e sexuais, detalhes que foram ignorados pela mídia na época, e por uma opinião pública mais centrada em fazer piadas sobre o assunto. A série vai explorar o caso nos tempos atuais, com entrevistas com Lorena e John.

A série também mostra como o incidente virou um evento de mídia, e como a cobertura sensacionalista só ganhou força com o passar do tempo.

 

 

Lorena estreia no Amazon Prime Video em 15 de fevereiro. De novo, você não vai querer perder isso.