liga da justiça

Liga da Justiça divide opiniões. Amado por muitos, odiado por outros, o filme é a pior estreia comercial da DC Comics Extended Universe (DCEU).

Os US$ 94 milhões de bilheteria nos EUA ficaram muito abaixo das projeções iniciais e, dentro do universo DC, só teve estreia melhor que Lanterna Verde (2011, US$ 53 milhões), que não faz parte da DCEU.

O dinheiro arrecadado na estreia global pode ser suficiente para recuperar os gastos de produção originais, sem contar o marketing e custos de regravações.

Diante desse cenário, já começam a procurar os culpados. A maior parte do peso cai naturalmente sobre os ombros de Joss Whedon e Zack Snyder, e Jason Momoa (Aquaman) tenta justificar qualquer coisa que tenha dado errado no filme.

Mas o culpado parece que foi encontrado pelas massas: o Rotten Tomatoes.

O site pode ter arruinado para muita gente a estreia de Liga da Justiça, antecipando o ranking do filme antes mesmo de ser publicado oficialmente no site.

Esse vazamento aconteceu em período de embargo, no meio de um monte de rumores, especulações e críticas ao filme antes de sua estreia, e isso pode sim ter afetado negativamente.

O cenário não melhorou quando as críticas negativas de veículos oficiais começaram a ser publicadas poucas horas depois da estreia de Liga da Justiça, tornando a crise ainda maior.

Fato é que: apesar de Liga da Justiça ser um filme divertido, com um grande elenco, repete os mesmos problemas básicos dos filmes da DC: falta de ritmo, de coerência, de continuidade e, nesse caso, de inovação, já que em muitos momentos o filme parecia uma continuação de Batman vs Superman.

Seria melhor para a DC/Warner oferecer um filme contundente e redondo, que não dá margem para esses problemas.

 

Via Forbes