Kevin Spacey estava sumido depois que sua vida e carreira caíram no ostracismo após as denúncias de assédio sexual contra ele. Mal o mundo sabia que ele estava apenas fermentando a sua raiva e rancor, e que tudo isso apareceriam em plena véspera de Natal, e de forma tão bizarra.

Depois de meses de silêncio, Kevin Spacey reapareceu como Frank Underwood para tentar se defender, em um vídeo bizarro que foi publicado poucas horas antes de ser oficialmente processado por assédio sexual. No vídeo, ele fala coisa como “não acreditavam em palavras sem provas, verdade?”

 

 

WTF?

Vale lembrar que a Netflix excluiu Spacey de House of Cards depois de comentários feitos pelo ator Anthony Rapp, que acusou Spacey (na época, com 30 anos) de assediá-lo (na época, com 14 anos). Mas não foi por isso que o maluco Kevin se envolveu com problemas na justiça.

No próximo dia 7 de janeiro, Spacey terá que responder à Justiça por agredir sexualmente (aka estupro) o filho adolescente de um antigo apresentador de telejornal de Boston.

E a forma como Spacey procurou se defender disso é curiosa e, repito, bizarra:

Algo me diz que a Netflix não deve estar nada contente com o fato do ator parecer totalmente imerso no personagem de Frank Underwood. Diante de tudo o que aconteceu, Spacey mostra que se sente mais confiante do que nunca, e que em breve saberemos toda a verdade. Porém, a frase mais chamativa de sua fala é: “Se eu não paguei o preço pelas coisas que sabemos que eu fiz, está claro que eu não vou pagar pelas coisas que eu não fiz”.

A Netflix não demorou nem duas piadas do tio do pavê na mesa da ceia da Natal para comentar o assunto.

Rapidamente, a plataforma de streaming se desvinculou de qualquer participação no vídeo de Spacey, onde ele se pronuncia sobre o linchamento público que ele sofreu (lembrando que Ridley Scott o retirou de “Todo o Dinheiro do Mundo” pelas mesmas acusações).

O mais importante é que agora falta bem pouco para descobrir se Kevin Spacey mereceu esse ódio todo que recebeu. Ao que tudo indica, sim. E o vídeo que ele mesmo publicou parece não ter ajudado.

O vídeo da discórdia? A seguir.

 

 

 

Via Variety