“Logan” (Divulgação)

Difícil imaginar dois momentos mais tristes e emocionantes dos últimos anos no cinema do que o adeus aos personagens Logan e Tony Stark. Tanto Hugh Jackman quanto Robert Downey Jr devotaram anos de suas vidas às suas respectivas franquias, e é quase impossível imaginar outros atores assumindo essa responsabilidade. Em nova entrevista à revista Empire, o diretor da Marvel Kevin Feige contou como a morte de Wolverine o inspirou.

A ideia da morte de Stark foi introduzida por Kevin desde 2015, antes do lançamento de “Logan” em 2016, com “Capitão América: Guerra Civil” e ambos “Vingadores: Guerra Infinita” e “Ultimato” servindo como plataforma para a grande despedida. “A ideia do Tony veio primeiro, e nós sempre estivemos 100% dedicados a isso, nunca questionamos, porque tudo estava baseado nisso. Era todo o sentido do final. Às vezes somos influenciados pelas palavras de outras pessoas, e às vezes não, e mantivermos o curso“, contou ele. Feige revelou também que o adeus de Jackman como Wolverine causou grande impacto: “Assistimos ‘Logan’ junto com o público, no cinema, sem ter tido nada a ver com o projeto, e pensamos ‘Oh meu Deus, que final maravilhoso para o Hugh como esse personagem. E existem apenas alguns poucos exemplos de quando um ator associado a um personagem consegue dizer adeus de forma tão perfeita. Era aquilo que nós queríamos para o Robert, desesperadamente, e isso se tornou nosso foco em seguida“.

Reconhecimento

Robert não decepcionou e entregou uma das melhores performances do ano em “Ultimato”, tanto que a Marvel e grande parte dos fãs acreditam que ele merece ser indicado na próxima edição do Oscar: “Ele tem o meu voto, sem dúvida. Ele foi capaz de descobrir e explorar dimensões do personagem no curso de muitos, muitos filmes, o que por si só já é uma categoria à parte”, comentou o diretor Jon Favreau. Dedos cruzados!

Comentários

Comentários

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui