Pelo visto, a saída de Kathleen Kennedy da Lucasfilm parece ser um fato consumado, sendo apenas uma questão de dias para se concretizar. O fracasso de Han Solo: Uma História Star Wars é o principal motivo para essa decisão, sem falar nos rumos estranhos que a franquia (parece) estar tomando.

E o que o mundo dito civilizado e até a Disney parece querer é que Kevin Feige, hoje chefe da Marvel Studios, salve o barco de Star Wars. Algo que é plausível pelo simples fato de Feige, com mão de ferro, construir um império praticamente do nada.

Há quem diga que Kennedy só ficou na chefia da Lucasfilm até agora porque, basicamente, ninguém quis ocupar o seu lugar. A Disney então optou por não interferir naquilo que resta da produção do Episódio IX e, ao encerrar esse ciclo, aí sim buscar novos caminhos.

E um dos nomes mais comentados como substituto de Kathleen é justamente Kevin Feige. Pois bem, Peter Sciretta, editor do SlashFilm, perguntou diretamente ao (até o momento) chefe da Marvel Studios se ele gostaria de assumir a responsabilidade de se envolver com o futuro da franquia Star Wars.

E a resposta dele foi bem simples e direta:

 

“Não. Só no meu quintal, com minhas action figures.”

 

Kevin Feige tem um passado com Star Wars. É fã declarado da franquia, e sua gestão com a Marvel nos leva a crer que ele seria a pessoa perfeita para salvar a marca.

Mas imagino que até ele sabe o que é a bucha de canhão que é ter a responsabilidade de gerenciar uma franquia do peso de Star Wars. Sem falar nos fãs insuportáveis que inundam a internet de críticas severas em relação às decisões criativas dos seus realizadores.

Feige tem a exata consciência do que estaria por vir, e não quer ter a sua vida transformada no inferno. Até porque ele precisa liderar os próximos dez anos da Marvel Cinematic Universe, e isso é o que mais me interessa nesse momento.

Que outro tente salvar Star Wars de alguma forma. Não que eu não torça para uma recuperação, mas pelo amor de Deus ou de Mickey Mouse, Disney… não mexa em time que está ganhando!

 

Via Slashfilm