Jordan Peele está detonando (de novo), com Nós, o seu segundo filme como diretor. O filme volta a contar com atores afro-americanos liderando o elenco, e ele afirma estar muito feliz em conseguir da Universal US$ 20 milhões para fazer um filme com protagonistas negros.

Acho que mais feliz está a Universal com o que esse filme já arrecadou.

Porém, o mais chamativo é o fato de Peele não usar protagonistas brancos em seus filmes, e isso vai continuar, de acordo com as declarações mais recentes do diretor:

“Eu não me vejo contratando um ator branco como protagonista em meus filmes. Não que eu não goste de atores brancos, mas eu já vi esse filme.”

O que muita gente chama nesse momento de racismo reverso é, na prática, uma realidade indiscutível. Já vimos inúmeros filmes com protagonistas brancos, e raros os casos de diretores brancos promovendo protagonistas negros. Logo, Peele não quer ser apenas mais um, e a representatividade é um tema que importa muito para ele.

Também é um fato que o próprio Peele acredita que os seus filmes aportam muito mais o que o vínculo com as questões raciais e étnicas de seus protagonistas. Tanto Corra! como Nós contam com qualidades suficientes para não nos prendermos aos aspectos estéticos que as narrativas propõem.

Nota do editor: sobre esse assunto, eu já li dois tipos de absurdos. O primeiro é “imagina se é um branco fazendo isso”. Então, amigo… já é assim, tá? E o segundo absurdo é tentar atribuir à Peele uma postura hipócrita, uma vez que ele é casado com a atriz Chelsea Perreti, a Gina da comédia Brooklyn Nine-Nine, uma mulher considerada branca de acordo com a classificação étnica. Mas… qual é a lei do mundo que obriga negros a se casar com negras? Aliás, em um mundo ideal, a MISCIGENAÇÃO DAS RAÇAS é o que mostra a aceitação do diferente, certo? Se todos fossem obrigados a se relacionar apenas com as pessoas de sua própria raça, o mundo viveria em um sistema de SEGREGAÇÃO. Algo que, por muito tempo, foi pregado como “verdade universal”. E que bom que os tempos mudaram.

 

Via The Insider

Comentários

Comentários

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui