Johnny Depp resolveu quebrar o silencio depois que J.K. Rowling saiu em sua defesa. Durante as ações promocionais de Animais Fantásticos e Os Crimes de Grindlewald, o ator deu uma entrevista para o Entertainment Weekly, onde falou sobre as recentes acusações recebidas.

Depp reforça que foi falsamente acusado de agressão, e explica porque Rowling saiu em sua defesa. Reforçou que tudo no final se resumiu a uma autêntica controvérsia, e que está processando o jornal The Sun por difamação. Afirmou também que J.K. viu as provas que o inocentam, e por isso decidiu defendê-lo publicamente.

As imagens da atriz Amber Heard, ex de Johnny Depp que acusou o ator de agressão correram o mundo, mas depois que o ator seguiu adiante com as iniciativas para esclarecer o caso, ela optou por retirar o processo, fechando o acordo de divórcio e doando todo o dinheiro recebido para instituições de caridade. O processo contra o The Sun foi aberto e o advogado do ator afirma que vai apresentar as supostas provas de sua inocência para o juiz do caso.

 

 

Já os advogados de Heard acusam Depp de seguir abusando psicologicamente da atriz, e clamam pelo direito à análise das provas físicas para que o juiz chegue a uma conclusão acertada. A atriz estreia em dezembro Aquaman, e com certeza ela será questionada sobre o que aconteceu. Curiosamente, os dois filmes são da Warner.

Depp também confirmou que volta para o terceiro filme da franquia Animais Fantásticos. Sobre a sexualidade do seu personagem, o ator afirma que quer deixar que, inicialmente, o público tire as suas conclusões, até que a situação com Dumbledore se torne mais intensa, e em como a convivência dos dois com Scamander e Grindelwald entregam o conflito que pode resultar em consequências irreversíveis.

Animais Fantásticos e os Crimes de Grindelwald estreia no Brasil no dia 15 de novembro de 2018.