Transparent

O ator Jeffrey Tambor anunciou a sua saída do elenco de Transparent já na quinta temporada.

O ator anunciou a sua decisão em um comunicado, onde afirma que interpretar Maura Pfefferman foi um dos maiores privilégios de sua vida, porém, que nas últimas semanas, não o via da mesma forma que o fez há quatro anos. Se defendeu das acusações de assédio, afirmando que não tinha a ideia que, de forma deliberada, estava ofendendo alguém, que a atmosfera politizada nos sets afetaram qualquer chance dele retornar para Transparent.

Em 16 de novembro, Tambor foi acusado de assédio sexual por sua colega de elenco, Trace Lysette. Ela afirma que, além do comentários sexualizados, o ator teria a agredido fisicamente. Lysette então solicitou que a Amazon demitisse o ator vencedor de vários Emmys por Transparent.

Tambor se defendeu afirmando que ele sabe que talvez jamais tenha sido a pessoa mais fácil para trabalhar, sendo temperamental e expressando suas opiniões sem tato, mas que jamais ele seria um predador sexual como estavam acusando.

Para piorar a situação de Tambor, a ex-assistente Van Barnes também acusou o ator de comentários sexistas e assédio sexual, algo que Jeffrey alegou “não ter base alguma”. Mas isso fez com que a Amazon iniciasse uma investigação interna.

No dia 14 de novembro, os roteiristas da série afirmavam que já tinha pronta uma versão da quinta temporada de Transparent sem Tambor, onde Jill Soloway (criador da série) teria decidido matar Maura. Não está definido que ruma série vai tornar.

Ainda não está claro como as acusações contra Tambor vai afetar a quinta temporada de Arrested Development, que já está em produção pela Netflix, com previsão de estreia para 2018.

 

Via Deadline