Jane the Virgin (Divulgação)

Depois de 100 episódios e 5 temporadas, a série Jane the Virgin chegou ao fim na noite de ontem (31). A produção, através da atriz Gina Rodriguez, garantiu ao canal CW seu primeiro Globo de Ouro e recebeu ótimas críticas, além de ter uma das poucas personagens falando exclusivamente uma língua estrangeira na tv americana, como foi o caso de Alba. Agora, a showrunner Jennie Snyder Urman comenta a finale e revela se os fãs podem esperar um spinoff. Spoilers no texto a seguir. 

Na tradição de todas as novelas mexicanas que se prezem – afinal a série é baseada na produção Juana La Virgen – a história terminou com final feliz. Jane e Raphael se casaram, Esteban pediu Darci em casamento, o sonho de Rogelio se tornou realidade e Petra e JR fizeram as pazes. Uma grande revelação, foi que a voz do narrador pertence de fato ao personagem Matteo, e a série em si é uma adaptação do livro de Jane. “Jane e Rafael sempre iriam terminar juntos, isso já estava decidido. Isso não quer dizer que ela e Michael não estivessem apaixonados! Eles estavam, mas ele morreu, ou assim ela pensou, e ela seguiu em frente. Quando ele retornou, ambos tinham mudado, e ela decidiu ficar com Rafael“, disse Urman em entrevista ao Deadline.

Revelações

Jennie confirmou também que nunca pensou em um final alternativo, que ele permaneceu o mesmo que ela apresentou à CW seis anos atrás, mas manteve segredo sobre outras questões como quantos filhos Jane e Rafael tiveram no futuro, e como o destino dos personagens se desenvolveu para além da finale: “Tudo o mais deve existir na imaginação do público“, despistou. Já sobre uma possível produção derivada: “O plano para o spinoff, escrito pela Valentina Garza, seria uma antologia, com cada personagem representando um dos livros da Jane. Esse era o caminho que eu queria seguir, mas não deu certo, então decidi esquecer a ideia”, finalizou.

Comentários

Comentários

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui