HBO

Em 2017, a HBO foi vítima de um hack que causou mais momentos de emoção do que os episódios de Game of Thrones vazados na internet. Agora, o FBI parece que encontrou o culpado pela proeza.

O FBI e a Suprema Corte dos EUA estão por anunciar formalmente uma série de acusações criminais contra Behzad Mesri, um cidadão iraniano responsável pelo hack à HBO e sua consequente tentativa de extorsão.

O rapaz teria operado por muito tempo com o pseudônimo Stoke Vahshat, como membro de um grupo hacker conhecido como Turk Black Hat Security.

Nesse tempo, Mesri teria violado diversos sites web via SQL Injection, e o ataque à HBO lhe rendeu fama mundial.

Ele tentou obter um resgate de US$ 6 milhões em troca de não seguir com os vazamentos de roteiros e episódios inéditos de várias séries da HBO.

O ataque teria acontecido em maio de 2017, mas só se tornou público em julho do mesmo ano, quando a HBO se negou a pagar o valor exigido. Mesri apelou para uma campanha mediática para promover o roubo do material da plataforma.

Também está confirmado o rumor que a HBO só quis pagar US$ 250 mil, como parte de seu programa de recompensas por encontrar falhas de segurança.

O processo legal é longo, e não há prazo para uma sentença final.