Casey Bloys, presidente da programação da HBO, anunciou que não há planos de mudança da marca e dos seus canais em favor de um aumento de volume de programação. Ou seja, a HBO não quer ser como a Netflix.

Não veremos uma HBO fazendo reboots ou apostando em formatos que não foram feitos por eles antes, e ninguém está pedindo um sacrifício de qualidade a favor da quantidade.

Sobre as críticas à segunda temporada de Westworld (que perdeu audiência), Boys afirma que a HBO ama a série (tanto, que renovou para a terceira temporada), e entende que a série não é para qualquer um, pois exige a atenção do expectador.

Por fim, o executivo afirmou que não teremos spin-offs de Game of Thrones, pelo menos por enquanto, e com exceção do prequel já confirmado e em fase muito inicial de desenvolvimento. O piloto será filmado em 2019 e, se for aprovada, a série só estreia em 2020.

E… por falar em Game of Thrones…

A oitava e última temporada da série só estreia no primeiro semestre de 2019, sem especificar datas. Tudo indica que a HBO vai posicioná-la no seu calendário habitual, entre abril e junho, como aconteceu nas seis primeiras temporadas.

 

Via Dark Horizons