Foram anunciados os indicados ao Globo de Ouro 2019, e como sempre acontece com essas premiações, a lista de indicados gera discussões. Tanto pelas presenças inesperadas como vários nomes que supostamente foram esquecidos.

Nesse post, deixaremos as nossas impressões sobre a lista anunciada nessa semana.

 

 

As surpresas televisivas

 

 

Muitas surpresas.

Mas o caso de maior destaque pode ser mesmo o de Bodyguard como melhor série dramática, já que é raro ver uma produção inglesa receber tanta atenção no Globo de Ouro.

Também chama a atenção as presenças de The Americans, Kidding e The Good Place, e um pouco menos de surpresa para Pose, O Alienista, Homecoming e The Kominsky Method, este último com muitas boas críticas, mas com pouquíssima visibilidade na Netflix.

Aliás, The Kominsky Method ganha popularidade com as indicações para Michael Douglas e Alan Arkin. Kieran Culkin por Sucession também é outra surpresa, mas esta é uma série que muitos esperavam mais.

Já Kristen Bell foi mais uma que foi beneficiada por The Good Place, mas não podemos negar que o seu passado contou a seu favor. O mesmo podemos dizer sobre as indicações para Debra Messing (Will & Grace) e Candice Bergen (Murphy Brown). Também não contavam com as indicações para Connie Britton, Sacha Baron Cohen e Catriona Balfe.

 

 

As surpresas cinematográficas

 

 

Muitas indicações para Bohemian Rhapsody. O filme arrasou nas bilheterias e é um dos filmes mais comentados dos últimos meses, mas dividiu a crítica, o que faz com que esse amor todo no Globo de Ouro se torne algo surpreendente.

Pantera Negra indicado como melhor filme reforça os rumores para uma possível indicação ao Oscar. Se merece a indicação é outra história, mas agora podemos dizer que isso é bem possível de acontecer.

Peter Farrelly é outro que mira o Oscar 2019 como melhor diretor. O seu filme foi muito elogiado, e essa indicação superou vários favoritos. Algo parecido pode ser dito sobre Charlize Theron e John David Washington: ambos vão enfrentar concorrência pesada.

 

 

Os esquecidos televisivos

 

 

É série demais, minha gente. Mas de cabeça podemos citar de largada House of Cards em temporada final, The Handmaid’s Tale, Atlanta, This Is Us, Westworld, Black-ish e American Horror Story como grandes ausências. Sem falar em The Conners, que não teve o grande amor que Roseanne despertou no ano passado.

Entre as novatas, surpreende que Maniac caiu no vazio. Nem mesmo Emma Stone foi lembrada. Better Call Saul foi outra que ficou completamente de fora, mesmo com o extraordinário trabalho de Bob Odenkirk.

Mandy Moore, Chrissy Metz e Sterling K. Brown (todos de This Is Us) foram esquecidos, assim como Ted Danson (The Good Place), Evan Rachel Wood (Westworld), Ann Dowd (The Handmaid’s Tale), Robin Wright (House of Cards), Issa Rae (Insecure) e Jodie Comer (Killing Eve). E, mais uma vez, The Good Fight foi ignorada.

 

 

Os esquecidos cinematográficos

 

 

O primeiro nome que vem a cabeça é Roma, que não era elegível para Melhor Filme porque só são premiados filmes em idioma inglês. Mas não ver Alfonso Cuarón entre os indicados é desesperador.

Uma vez esclarecido isso, vários nomes que são potenciais elegíveis ao Oscar 2019 foram esquecidos no Globo de Ouro 2019, como As Viúvas. Nem mesmo Viola Davies foi indicada. Hereditário, Paddington 2, O Reverendo, Cold War e O Primero Homem também não foram lembrados como esperado.

Entre os diretores, nenhuma mulher foi indicada. A única poderia ser era Marielle Heller, por Can You Ever Forgive Me?, e sua presença seria algo muito interessante. Mas chama mais atenção que Yorgos Lanthimos e, principalmente, Damien Chazelle ficaram de fora, especialmente depois das ótimas críticas que O Primeiro Homem recebeu nos Estados Unidos.

No elenco, duas ausências são muito destacadas: Ryan Gosling e Ethan Hawke. Em um degrau menor, não seria ruim se Michael B. Jordan fosse indicado por Pantera Negra e, mais ainda, se Sam Elliot aparecesse entre os indicados por Nasce Uma Estrela.

Por fim, A Volta de Mary Poppins ficou de fora na categoria de Melhor Canção. Será que rolou uma grande divisão de votos ou o filme simplesmente foi esquecido justamente nessa categoria?

Enfim, em 6 de janeiro de 2019, o Globo de Ouro 2019 será apresentado por Sandra Oh e Andy Samberg, com transmissão da NBC nos EUA (TNT no Brasil).