InSanos

Está correndo como pólvora a imagem que ilustra esse post, onde o Fox Premium teria copiado o material de um dos grupos de legenders de séries mais populares, o InSanos.

A cópia foi detectada por conta de uma marca pessoal que os integrantes do grupo de legendadores tradicionalmente deixa em seus trabalhos em seus arquivos: a grafia InSanos nesse formato, com o S em maiúsculo.

Não é a primeira vez que o grupo Fox usa dessa prática, e não é a primeira empresa que “presta uma homenagem” ao trabalho dos legenders independentes da internet. Em um passado não muito distante, a Netflix fez algo parecido.

A questão aqui é: onde estão os profissionais pagos para fazer esse trabalho? Ou em nome da agilidade na oferta do produto é permitido copiar os textos de fontes independentes (e os grandes canais acreditam que, dessa forma “discreta”, estão dando crédito para os legenders que ofereceram aquele material)?

 

 

Muito me surpreende quando uma empresa que defende o fim da pirataria de conteúdo de áudio e vídeo utilizar da pirataria (ou da clonagem), onde pega o conteúdo de graça, para oferecer um conteúdo pago para o assinante.

Não digo exatamente em pagar o trabalho dos legenders (o que seria mais do que justo para efeitos práticos), mas também para não resultar na perca de emprego dos legenders profissionais, cujo trabalho fica canibalizado por conta de medidas que não estão nem perto de ser as mais corretas.

Então… como interpretar isso aqui? Homenagem ou hipocrisia mesmo?

De qualquer forma, ainda tem o lado bom de tudo isso: o trabalho do InSanos ser reconhecido de alguma forma, e por algo positivio. Afinal de contas, se a Fox utilizou essas legendas, é porque elas estavam dentro do padrão de qualidade do canal.

Mesmo assim… no mínimo poderiam ter deixado claro o crédito para os caras. É justo nesse caso.