Atrizes Hunter Schafer e Zendaya em cena de “Euphoria”. (HBO)

A série Euphoria, estrelada pela atriz Zendaya, tem causado polêmica desde a estreia do seu primeiro episódio, com cenas fortes de sexo, abuso e uso de drogas entre adolescentes. Com a primeira temporada ainda sendo exibida, o canal HBO tomou uma decisão importante sobre o futuro da produção.

Para alegria dos fãs, Euphoria foi renovada para uma segunda temporada, de acordo com a Variety. Francesca Orsi, vice presidente de programação, comentou sobre a novidade: “O criador de Euphoria, Sam Levinson, construiu um mundo incrível com um elenco extraordinário liderado pela talentosa Zendaya. Somos muito gratos que ele tenha escolhido a HBO como a casa dessa série inovadora. Estamos ansiosos para continuar seguindo esses personagens complexos e suas jornadas pelo mundo desafiador que eles habitam“. A produção tem gerado bons números de audiência, chegando a 5.5 milhões de espectadores. Euphoria tem como personagem principal Rue (Zendaya), uma jovem recém-saída da reabilitação e que não planeja continuar sóbria. Sofrendo de depressão e ansiedade desde criança, ela abusa das drogas na tentativa de amenizar os sintomas físicos e psicológicos da doença.

Verdade

Acusada de influenciar negativamente crianças e jovens – apesar de ser indicada para maiores de idade – a série tem sido amplamente criticada por grupos religiosos e de pais, que pediram o seu cancelamento. Uma sequência em especial, que mostrou cerca de 30 pênis, virou assunto na internet. Segundo o showrunner Sam, as cenas são necessárias para transmitir com autenticidade a realidade dos adolescentes de hoje. Obviamente nada disso parece incomodar a HBO, já acostumada a produzir e exibir produções polêmicas. O quinto episódio de Euphoria vai ao ar no próximo domingo.

Comentários

Comentários

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui