narcos

O especialista em locações Carlos Muñoz Portal foi assassinado no México enquanto trabalhava na pré-produção da quarta temporada de Narcos (Netflix). Os motivos para o crime ainda são desconhecidos.

Muñoz foi encontrado em seu veículo com vários impactos de bala em seu corpo, em San Bartolo Actopan, localizada no município de Temascalapa, no Estado do México, uma das regiões mais violentas do país (apenas em junho de 2017 foram registrados mais de 180 homicídios na região).

O corpo foi encontrado em uma estrada de terra, e não há pistas sobre o crime. Uma das hipóteses é que o cineasta foi considerado suspeito por estar com uma câmera em um local perigoso, e alguém poderia pensar que ele estaria coletando informações para autoridades.

Em comunicado, a Netflix lamenta a morte de Carlos, oferecendo as condolências para a família e reforçando que as autoridades locais seguem investigando o crime.

Os conhecidos do cineasta ficaram surpresos com o fato dele ter se deslocado para lá sem proteção. Muñoz tinha ampla experiência na busca de locações, e fez parte do time de produção de filmes como Apocalypto, Sicario e 007 Spectre.

O crime coloca em risco o futuro de Narcos no México, que terá uma quarta temporada centrada no narcotráfico mexicano. A Netflix não revelou muitas informações sobre os novos episódios da série, e não sabemos se haverá mudanças de planos nas locações.

 

Via El País