De novo, Ellen Pompeo falando sobre os bastidores de Grey’s Anatomy. E, de novo, Ellen Pompeo não mede palavras. A atriz abriu o seu coração sobre o ambiente nos sets de gravação da série da ABC nas suas primeiras temporadas. E dizer que esse ambiente era “tóxico” é dizer o mínimo.

Palavras de uma Ellen Pompeo que não guarda boas recordações sobre os primeiros anos de Grey’s Anatomy nos bastidores:

“Nos primeiros 10 anos, nós tivemos sérios problemas culturais, muitos comportamentos nocivos, e um ambiente realmente tóxico (…) Mas uma vez que eu comecei a ter filhos, tudo isso não mais me atingiu. Eu precisava fazer isso para prover a minha família.”

Apesar de Pompeo não apontar o dedo para nenhum colega de elenco em específico, ela afirmou que a cultura estabelecida nos sets de Grey’s Anatomy melhorou muito “após a décima temporada”, diante de “grandes mudanças na frente e por trás das câmeras”.

Pompeo continua a explanar sobre o que pensa dessa experiência:

“Se tornou o meu objetivo ter uma experiência onde eu poderia me sentir feliz e orgulhosa, porque nós tivemos muitas turbulências em 10 anos. Minha missão foi concluída, pois a série não pode ser fantástica para o público e um desastre nos bastidores. Shonda Rhimes e eu decidimos re-escrever o final dessa história. E foi isso que me segurou (na série) até agora.”

Pompeo ainda afirma que ainda sentiu as dificuldades de ter algo a provar para si mesma diante desse cenário de caos:

“Patrick Dempsey deixou a série na temporada 11, e o estúdio e o canal acreditavam que a série poderia não seguir em frente sem um ator protagonista. Então, eu tive a missão de provar que isso era possível. Era uma missão dupla.”

Só pra lembrar: foi na décima temporada que Sandra Oh deixou Grey’s Anatomy. Não queria dizer nada não, mas… fica aí para vocês pensarem.

A entrevista de Ellen Pompeo acontece depois da atriz prorrogar o seu contrato com Grey’s Anatomy até maio de 2021 (ou uma 17a temporada da série).

 

Via Variety